Turismo acadêmico na China: Estudar no gigante asiático?

Viajar é muito bom para ter novas experiências, renovar as energias e conhecer lugares incríveis, assim como suas peculiaridades e hábitos. Entre os diversos lugares que recebem um grande número de turistas internacionais está a China, que traz atrações para todos interesses. Por outro lado, há aqueles que desejam unir a grande experiência da viagem com a oportunidade de estudar em outro país e melhorar o seu currículo e experiências profissionais e acadêmicas. Mas que tal viajar e estudar na maior potência econômica da atualidade? Vamos saber mais sobre o turismo acadêmico na China!

 

turismo acadêmico
Imagem de Rodamundo.tur.br.

Entre as pessoas que procuram unir uma viagem internacional com a oportunidade de estudar, aprender um novo idioma e se inserir em um ambiente cultural e acadêmico diferentes, é comum que se foque primeiramente nos Estados Unidos, no Canadá (queridinho dos intercâmbios), na Europa e muitas vezes até mesmo na América Latina. Mas, quando falamos na Ásia algumas pessoas ficam com receio pela cultura muito diferente e principalmente pela falta de informações. Existem na região ótimas instituições e, em especial o turismo acadêmico na China apresenta grandes vantagens e oportunidades. O turismo acadêmico na China não é novidade para jovens de países do Oriente Médio e Ásia que costumam buscar as ótimas faculdades chinesas para sua graduação internacional.

 

Turismo acadêmico no mundo

Alguns podem estranhar e se perguntar o porquê de viajar para estudar ao invés de somente se divertir e estudar em sua terra natal. Mas o turismo acadêmico é mais comum do que alguns podem imaginar e existe há anos, quando antes de haver universidades no Brasil as pessoas viajavam para estudar nas universidades europeias. Contudo, a atividade que antes era extremamente custosa e restrita aos mais ricos da sociedade, agora se torna mais acessível com diversas oportunidades de financiamentos e até mesmo bolsas de estudo, como é comum no caso do turismo acadêmico na China.

Assim, podemos ver em todo o mundo, e espalhadas em todo o Brasil, diversas agências voltadas a intercâmbios estudantis que contemplam as mais diversas áreas e interesses, como somente curso de idiomas, cursos técnicos profissionalizantes, oportunidade de cursar o ensino médio ou no termo em inglês “high school” e, até mesmo ensino superior nos diferentes níveis como bacharelado, mestrado, doutorado, pós doutorado e outras especializações.

Porém, além da opção de pagar pelos estudos por meio de tais agências ou até mesmo fazendo negócio e financiamento com as próprios instituições, também é possível ganhar bolsas de estudo, disponibilizadas por universidades ao redor do mundo, como é muito comum ver no histórico de turismo acadêmico na China.

 

turismo acadêmico

As ascendentes universidades chinesas que alimentam o turismo acadêmico na China Imagem de Spanish.china.org.cn.

Educação superior  na China

Ao considerar o turismo acadêmico na China muitos podem perguntar se um país que não era bem desenvolvido até pouco tempo atrás teria uma boa educação para oferecer. A resposta é afirmativa! Assim como a China cresceu economicamente e em diversas áreas, a educação no país cresceu na mesma proporção, de modo que a mesma virou um projeto de governo e de desenvolvimento do país. O turismo acadêmico na China é uma grande oportunidade de experimentar uma educação de qualidade e aproveitar toda a riqueza que a cultura e a vivência que a China pode oferecer.  

Nesse sentido, é possível ver que a crescimento das universidades chinesas é incrível e reflete o grande plano do governo chinês de torná-las as melhores do mundo, tendo em vista superar os problemas do país e se desenvolver por meio da educação de qualidade, como ocorreu nos países desenvolvidos. Tal medida tem levado a grandes resultados. Com o grande número de jovens chineses que ocupam a zona urbana frequentando o ensino superior em universidades, que estão crescendo cada vez mais no ranking internacional. Mas a melhor parte ainda está por vir! Tais universidades oferecem bolsas de estudos para alunos internacionais nas mais diversas áreas e, esses alunos que se aventuram nesse novo caminho não se arrependem e muitas vezes conseguem empregos em suas áreas no país, residindo no local.

 

Melhores Universidade no turismo acadêmico na China

Podemos ver que o turismo acadêmico na China é compensador e os investimentos do governo chinês trazem grandes resultados, destacando mundialmente as universidades locais no ensino e pesquisa. Doze instituições acadêmicas da China foram incluídas entre as 100 melhores do mundo no QS World University Rankings 2020, da Quacquarelli Symonds (QS), uma empresa de análise do ensino superior.

As principais universidades asiáticas que apareceram na lista foram a Universidade Nacional de Singapura e a Universidade Tecnológica de Nanyang, ambas na 11ª posição. Já entre as universidades chinesas, a melhor classificada foi a Universidade de Tsinghua, que subiu uma posição em relação à lista do ano passado, ficando no 16º lugar. A Universidade de Pequim, por sua vez está no 22º lugar, tendo subido oito posições.

Segundo a QS, as classificações deste ano mostram uma melhoria sustentada em todo o sistema chinês. Além disso, o impacto da pesquisa chinesa continua melhorando ano a ano. Das 42 universidades qualificadas da China continental, 32 delas apresentaram melhora no desempenho no indicador Citations per Faculty da QS.

Tais universidades oferecem cursos nas mais diferentes áreas e níveis de ensino e a melhor parte é que há bolsas de estudos para alunos estrangeiros. Mas como se aplicar para essas bolsas? A resposta pode deixar muitos felizes, pois há várias maneiras de concorrer a essa bolsas, com inscrição pela internet, diretamente na Universidade ou em embaixadas na China. Algumas faculdades brasileiras, como a UNESP, possuem parcerias com faculdades chinesas.

Mas como é estudar e viver na China? Nada melhor do que saber de pessoas que já viveram tal experiência:

 

Turismo Acadêmico na China: Região de Macau

Porém, algumas pessoas podem ficar com medo de se comprometer a estudar em um local com cultura tão diferente. Para esse problema que alguns podem ver existe a região de Macau onde, apesar de a língua portuguesa estar aos poucos deixando de ser falada, ainda existem vestígios da cultura portuguesa e também pode parecer um pouco mais familiar e, tais universidades não perdem em nada em qualidade.

 

turismo academico

As Universidades de Macau são bem rankeadas internacionalmente. Imagem de Crup.pt

 

Atualmente em Macau existem 10 instituições de ensino superior, sendo 4 públicas e 6 privadas. Entre eles, há universidades integradas de ensino e investigação, instituto politécnico de principalmente ensino aplicado, de diversas áreas, e colégios destinados à formação dos quadros qualificados nos domínios de turismo e exposição, jogo, enfermagem, bem como gestão de alto nível.

Apesar de a história moderna das instituições de ensino superior de Macau não ser longa, as mesmas desenvolveram-se substancialmente nos últimos 30 anos e atraem cada vez mais alunos do exterior para virem a Macau prosseguirem os seus estudos.

Ao mesmo tempo, atualmente mais de metade dos estudantes de Macau que completam o ensino secundário decidem frequentar o curso do ensino superior em Macau. Isso comprova que as instituições de ensino superior de Macau atraem tanto aos estudantes locais como não-locais.

O grande e rápido desenvolvimento econômico chinês acarretou em investimentos públicos em todas áreas da sociedade, beneficiando muito o ensino superior chinês.

 

Por Pedro Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fontes: China Link Trading; Dses.gov; China na vida; Chinahoje.net

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário