Abril 20 2018

Destino Turístico: As impressionantes Torres Fortificadas de Kaiping, Guangdong

Posted by Victor Fumoto

Viajar para a China é uma grande aventura. O país possui uma cultura profunda e exótica, grandes atrativos para viajantes e turistas mais curiosos. Depois de Conhecer importantes dicas para viajar à China e conferir uma das mais belas atrações naturais da China, trazemos para você um destino riquíssimo em termos históricos: as Torres Fortificadas de Kaiping, em Guangdong.

 

kaiping

 

Esse é o condado de Kaiping (广东开平雕楼), que está localizado a cerca de 130 km de distância da cidade de Guangzhou (também conhecida como Cantão), na província de Guangdong. O condado faz fronteira com outras três cidades: Taishan, Xinui e Enping. Essas cidades, de forma conjunta, são conhecidas como os “quatro municípios”, origem da grande maioria de emigrantes chineses que rumaram à América do Norte, Austrália e Sudeste Asiático. Atualmente, a cidade possui uma quantidade de cerca de 700 mil habitantes. Fato curioso, pois cerca de 750 mil originários de Kaiping (ou Kaipingers) estão espalhados por quase 70 países ao redor do mundo.

 

As impressionantes Torres Fortificadas de Kaiping

Por todo o condado de Kaiping estão espalhados, ao todo, um total de 1833 torres, que chegam a cinco andares, utilizadas como fortificações e moradia. Essas torres ficaram conhecidas como Diao Lou, que seria algo aproximado de “casas-fortes”. Outro nome que se dá para elas é “torres da montanha dourada”. Os Diao Lou constituem a principal atração turística do conjunto de aldeias estabelecido na região, que ainda é predominantemente rural.

 

 

Os Diao Lou serviram também como torres de vigia. Elas foram erguidas no início do século XX pelos Kaipingers. Esse povo é muito famoso pela forma com que tiveram uma diáspora pelo mundo. Os Diao Lou foram construídos com base em diversos estilos arquitetônicos vistos em outras civilizações, como a Islâmica, Romana e até mesmo a Grego-Antiga. As torres foram construídas também como forma de se demonstrar as riquezas chinesas, além de ser uma forma prática de proteger a população local de furtos, roubos, assaltos e invasores, além da própria guerra.

Em 2001, o Conselho de Estado da China declarou os Diao Lou de Kaiping como “Relíquias Culturais Protegidas“, tendo em conta o seu significado especial para a arquitetura chinesa. A partir do mês de junho de 2007, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) declarou as torres e as aldeias dentro de Kaiping patrimônios mundiais da humanidade. Desde então, o governo chinês tem investido bastante para a manutenção das torres, que seguem em ótimo estado de conservação.

 

Como os Diao Lou foram parar em Kaiping?

Os Diao Lou começaram a ser erguidos no período em que estava em curso a Dinastia Qing. A Dinastia Qing foi de 1644 a 1912, sendo que os Diao Lou foram levantados ao final do século XIX e início do século XX. Essas edificações, como mencionado, tinham três principais funções. A primeira era de residência para diversas famílias que possuíam alto poder aquisitivo. A segunda era como defesa contra bandidos, uma vez que nelas ficavam vigias. A terceira e última era como forma de proteção contra cheias e enchentes, sendo utilizadas como refúgios temporários.

 

 

Entre 1900 e 1931 foram construídas 1648 torres. No mesmo período, muitas das aldeias em Kaiping foram reconstruídas com diversos investimentos provenientes de países estrangeiros. Tudo isso gerou um glande influxo de pessoas. Este influxo atraiu a atenção de muitos bandidos, que assaltavam, roubavam e raptavam pessoas. Entre 1912 e 1930, mais de 70 atos criminosos foram contados. Assim, a construção das torres atingiu o seu pico nos anos 20 e 30 do século XX, quando ali existiam mais de três mil dessas estruturas. À medida que a segurança foi melhorando, este tipo de construção deixou de ser necessário.

Os atos criminosos começaram a diminuir na época em que a República Popular da China foi estabelecida (1949). Além disso, o governo popular chinês também melhorou o controle de cheia. Foram ambos os fatos que representaram o fim do papel até aí desempenhado pelas torres. Infelizmente, no período em que se dava a Revolução Cultural (1966-76), os chamados “guardas-vermelhos” foram encorajados a destruir quaisquer tipos de monumentos que remetessem à antiguidade na China. Ou mesmo que tivessem influências do Ocidente, como era o caso das Diao Lou. Assim, foi neste período que cerca de mil torres foram destruídas.

 

Como chegar a Kaiping?

 

 

Partindo da capital Guangzhou, é muito fácil chegar a Kaiping. Existem ônibus regulares que transitam entre o Terminal Rodoviário de Kaiping e diversos terminais localizados em Guangzhou. Ademais, se você estiver em Hong Kong, existem diversas linhas diretas de ônibus, ou, se você for mais aventureiro(a), também existem as linhas de balsa. Esse seria um incremento interessante para a sua experiência.

Quer ficar por dentro de todas as notícias da China, informações sobre importações e dicas de viagens? Fique ligado no blog!

 

Por Rafael Nascimento, diretamente de Marília, SP

Fontes: China Daily, CNN, JTM, Governo de Kaiping

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +