Cultura chinesa: Saiba o significado das cores na China

Todos os povos do mundo têm suas superstições. No caso da China não poderia ser diferente:  a questão dos sons, e se duas palavras têm o som parecido, e uma delas for de ‘mau agouro’ segundo os chineses, a outra palavra caiu em desgraça! O número quatro e a palavra morte são exemplos dos famosos; os prédios não tem o quarto andar, telefones com o número quatro são mais baratos, dia quatro não se casa e por aí vai. Mas no texto de hoje exploraremos o significado das cores para a cultura chinesa.

 

O significado das cores na cultura chinesa

No Ocidente, nós também atribuímos ‘poderes’ às cores, mas o que é intrigante em relação a elas, é que os significados na China são completamente diferentes.

 

cultura chinesa

 

Baseado no taoísmo, assim como a medicina, feng shui e outras tradições chinesas, tudo parte dos cinco elementos, que são água, fogo, madeira, metal e terra, nessa ordem. Inclusive as cores que, na ordem acima, correspondem ao preto, vermelho, azul e verde (juntos), branco e amarelo. A cultura chinesa entende que as cores alimentam o espírito e expressam a profundidade da experiência humana. Confira abaixo!

 

Vermelho – Hongsè

A influência da cor vermelha na cultura chinesa é tão forte que as noivas costumam usar vermelho (até em vestidos com padrão ocidental) e os bebês usam ‘amuletos’ e roupas vermelhas.

 

cultura chinesa
A cor vermelha representa as noções de fortuna, alegria, brilho e verão

 

O que é complicado é o que a cor representa no nosso inconsciente, com o significado assimilado no Ocidente, e o que ela representa na cultura chinesa. Ter que lidar com isso pode gerar algumas confusões. Por exemplo, ao fazer compras online e avaliar o produto ou o vendedor, a florzinha vermelha é a mais linda, depois vem à amarela não tão feliz, e por último a verde, toda murcha. Ou seja, a cor vermelha representa o padrão mais alto de excelência, ao contrário do Ocidente em que geralmente se avalia do verde (melhor avaliação) em direção ao vermelho (pior avaliação).

 

Amarelo – Huangsè; Dourado – Jinsè

Para os chineses, o amarelo corresponde a terra e é considerada a cor mais bonita e de prestígio. Associado com, mas classificado acima do marrom em ‘prestígio’, o amarelo significa neutralidade e boa sorte. Amarelo é combinado com vermelho no lugar do ouro.

 

cultura chinesa
Kang Xi 康熙, segundo imperador da dinastia Qing (1661-1722 DC). o amarelo representa as noções de império, terra e nacionalismo chinês.

 

O Amarelo foi a cor da China Imperial e é tido como a cor simbólica dos cinco imperadores lendários da China antiga, decorando palácios reais, altares e templos. Na época do Império, somente o imperador tinha o direito de usar o amarelo nas suas roupas. Amarelo também representa a liberdade das coisas mundanas e é, portanto, usado no budismo.

 

Azul – Lánsè; Verde – Lüsè

Na China antiga as cores verde e azul eram uma ‘mistura’, agrupada dos tons de azul aos de verde sob o nome 青(qing), que deriva da ideia de vegetal e representa a natureza e a renovação, vigor e vitalidade.

 

Cultura chinesa

 

Geralmente o verde está associada à saúde, prosperidade e harmonia. Só que, na cultura chinesa, o boné verde representa infidelidade e quando utilizado, é ironicamente sinal de alguém que foi traído por seu parceiro… Presentear algum chinês com os tradicionais bonés verdes da nossa seleção de futebol não é uma boa ideia.

 

Branco – Báisè

 

cultura chinesa

 

Para a cultura chinesa, a cor branca representa o ouro e simboliza o brilho, pureza e plenitude, mas enquanto no Ocidente o preto é a cor oficial do luto, na China esse papel é da cor branca, associada com a morte e usada predominantemente em funerais. Antigamente somente se usava roupas e chapéus brancos ao chorar pelos mortos.

 

Preto – Heisè

Na China, o preto correspondente à água, é uma cor neutra. O I Ching, ou Livro das Mutações, considera o preto como cor do céu. O símbolo do Yin e Yang usa preto e branco para representar a unidade. Antes da dinastia Tang, preto era considerado como o rei das cores e honrado de forma mais consistente do que qualquer outra cor.

 

cultura chinesa

 

Inclusive era essa a cor usada em tudo, desde roupas até utensílios e até essa época o Imperador não tinha exclusividade da cor amarela; ele usava preto. Hoje o preto é usado como qualquer outra cor, sem a nobreza, que perdeu para o vermelho, mas também sem o estigma de ser a cor dos funerais.

A lição mais importante que fica aqui é que códigos, sinais e hábitos, são muito específicos de cada cultura. Se eles podem mudar completamente seu significado do sul para o norte do Brasil, por exemplo, imaginem do Brasil para a China.

E você, tem alguma consideração sobre a relação do gigante asiático com o uso das cores? Compartilhe conosco nos comentários!

 

Por Ariel Oliveira, diretamente de Garça, SP, Brasil.

Fonte: China Daily, Shanghai Daily

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +


Veja Também


Deixe seu comentário