Seguros de transporte internacional de carga: você sabia que era tão importante?

Quando importamos produtos, principalmente de lugares mais distantes, é comum termos receio de que algo pode dar errado, afinal, é bem diferente de quando compramos produtos de origem doméstica. Uma forma de evitar riscos e prejuízos é contratando um seguro de transporte internacional de carga.

 

seguros
Importar pode ser seguro!

 

Como funciona o seguro?

O seguro é uma forma de proteger sua mercadoria de qualquer eventualidade que possa acontecer. Para isso, existem três categorias de seguro possíveis, onde você pode optar por uma cobertura mais completa ou até algo mais simples. As categorias em questão são:

Tipo ampla A: oferece garantia em caso de perda total da mercadoria em caso de acidente ocorrido com o meio de transporte utilizado e também garante a cobertura total para qualquer dano externo causado, incluindo até mesmo roubo de carga.

Tipo restrito B: oferece garantia de prejuízo parcial e até perda total da carga, em caso de acidente ocorrido com o meio de transporte utilizado, onde é possível optar por adicionar a cobertura em caso de roubo.

Tipo restrito C: oferece garantia em caso de perda total da mercadoria em caso de acidente ocorrido com o meio de transporte utilizado, onde também é possível optar por adicionar a cobertura em caso de roubo. Além disso, é possível contratar coberturas adicionais, como Adicional de Classificação de Navios, Embarque Aéreo Sem Valor Declarado, Guerras e Greves, dentre várias outras categorias.

 

Seguros
(Imagem retirada de Unsplash).

 

Como contratar o seguro internacional de carga?

Primeiramente, temos que ter em mente que a contratação de um seguro de transporte internacional de carga segue o que chamamos de Incoterms (uma abreviação de International Commercial Terms). Basicamente, as Incoterms são padrões internacionais que foram criados pela Câmara de Comércio Internacional, cujas normas são base para contratos de compra e venda no setor de transporte e logística para processos de importação e exportação. Dentre os diversos fatores abordados em suas normas, temos principalmente: a cargo de qual das partes negociadoras ficará o seguro, qual será o ponto de coleta da mercadoria e quem será o responsável pelo frete.

Visto isso, durante a realização do contrato, serão levados em conta os riscos que a viagem oferece, a modalidade de transporte (terrestre, aéreo ou aquático) escolhida e o tipo de carga transportada (refrigerada, frágil, explosiva, alto valor, ultra pesada e etc).

Portanto, os Incoterms são as formas de entendimento entre vendedor e comprador, estabelecendo os passos que a mercadoria percorrerá desde o local onde é produzida até o local de destino, chamado de ‘zona de consumo’. Além dos pontos referentes ao transporte citados anteriormente, também abrange termos como embalagem, licenças de exportação e importação, transportes internos e etc.

 

seguros
Contratar um seguro de transporte internacional de carga é mais simples do que parece!

 

Qual é o custo de contratar o seguro internacional de carga?

O custo para se obter o benefício do seguro internacional de carga é calculado de acordo com muitas variáveis, além da variação existente de uma empresa de seguros para outra. Dentre as variáveis consideradas temos:

Modalidade do seguro (importação e exportação, responsabilidade civil e nacional e etc);

Qual tipo de transporte utilizado;

Qual o valor total da carga transportada;

Importante ressaltar que o custo do seguro deve ser declarado na Declaração de Importação (DI). Caso não seja declarado ou o seja feito de maneira incorreta, a empresa estará sujeita às penas impostas pela Receita Federal.

 

viagem
Qual o preço da garantia de que seus produtos chegarão intactos?

 

Por que contratar o seguro de transporte internacional de carga?

Como citado no começo do artigo, às vezes pode existir certa insegurança por parte daqueles que pretendem importar produtos, principalmente de lugares distantes, como a China. Durante a fase de transporte, existem diversos riscos, como acidentes que danificariam total ou parcialmente os produtos, e até mesmo o roubo da carga, podendo haver o desaparecimento ou não do veículo junto com a mercadoria roubada- cuja denominação, nesse caso, é desvio de carga.

Por isso, é essencial a contratação do seguro de transporte internacional de carga, uma vez que uma apólice de seguro oferece proteção aos riscos corridos podem ser até mesmo completamente atenuados.

 

São tantas maneiras de importar! Basta você escolher qual deseja e fazer o seu seguro!

 

Quais são os seguros obrigatórios?

Os seguros obrigatórios envolvidos em uma operação internacional do tipo dizem respeito somente aos donos do meio de transporte, pois cobrem apenas o navio, caminhão ou avião, e não a carga em si. Basicamente, são as obrigações que todo transportador deve cumprir, através da contratação do seguro obrigatório para cobrir operações logísticas independente da via. Dentre as formas de seguros obrigatórios temos a RCTR-VI (via terrestre), a RCTA-C (via terrestre), e a RCA-C (via aquática).

E aí, bora importar?

 

Por Caroline Malheiros Costa, diretamente de Bauru.

Fontes: Portual e Tudo Sobre Seguros

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário