Chás Chineses e seus segredos

A tradição do chá na China é representada na qualidade de seus chás, que surgiram no país há 5000 anos e se destacam mundialmente até os dias atuais. Uma bebida culturalmente apreciada no gigante asiático, que atravessou fronteiras e se encontra hoje como parte dos hábitos diários em muitos outros países ao redor do globo, sendo a segunda bebida mais consumida, somente atrás da água. Mas quais os segredos para se apreciar os chás chineses? Qual a importância de seu consumo? Conheça tudo o que precisa saber sobre essa bebida milenar!

chás chineses
A invenção do chá remonta ao imperador chinês Shennong


A Invenção do Chá

A invenção do chá é veiculada oficialmente como ocorrendo a cerca de 5000 anos atrás, remontando ao imperador chinês Shennong, que por hábito, obrigava que toda água potável fosse fervida antes de seu consumo, como uma forma de precaução higiênica. De acordo com a lenda, o imperador e sua corte, durante uma viagem por seu reino, fizeram uma parada para descansar. Para obedecer às regras de Shennong, seus servos ferveram a água para a corte, mas deixaram que folhas de um arbusto próximo caíssem no líquido, tingindo-o com uma coloração amarronzada. Como um cientista, o imperador se interessou pela bebida, experimentando-a e gostando do novo sabor.  Assim, em 2737 a.C, havia sido inventado o chá na China.

chás chineses


A Cultura dos Chás Chineses

Os chás chineses são de grande importância quando se consideram os costumes do país asiático, e engana-se quem pensa que são feitos apenas para se beber, para se matar a sede. Na China, a degustação do chá é algo comum, da mesma forma como é comum se degustar um vinho, por exemplo. Aprecia-se e julga-se a bebida através da cor, aroma e sabor do chá, e até mesmo da qualidade da água utilizada na preparação. A cultura dos chás para os chineses ainda vai além: pode-se ver a atividade de ingerir a bebida sob um aspecto ainda mais profundo, envolvendo uma filosofia, moralidade e exercício de “refrescar a mente”; um verdadeiro ritual cheio de significados.

chás chineses
Há diferentes tipos de chás chineses, classificados de acordo com o grau de fermentação e processamento


Tipos de Chás Chineses

Os chás chineses apresentam uma imensa variedade, mas são comumente classificados em seis categorias principais, que variam de acordo com o grau de fermentação e o processamento de cada chá.

 

chás chineses
Chá verde, o mais famoso entre os chás chineses

Chá Verde

O chá verde chinês é conhecido como mais popular e mais antigo, sendo apreciado no país há milhares de anos. Ele é feito de novos brotos da planta do chá, cujas folhas são secas e processadas de acordo com o que se é desejado como resultado final. O tradicional chá verde apresenta uma cor pálida e um sabor adstringente acentuado.

O chá verde chamado de “Dragon Well”é o mais conhecido desse tipo na China, sendo produzido na região montanhosa de Longjing. Famoso por sua coloração esmeralda, fragrância específica e um sabor mais adocicado, também é conhecido por suas propriedades medicinais, como anti-inflamatória, desintoxicante e digestiva.


chás chinesesChá Vermelho (ou Chá Preto)

O chá vermelho, a segunda maior categoria entre os chás chineses, é feito de brotos novos de folhas das plantas do chá, que são murchos, esmagados, fermentados e depois, secos. O resultado das infusões produz um líquido avermelhado e com um aroma sutil.

 

 

chás chineses
Chá Wulong, fonte de vitamina C

Chá Wulong

O chá Wulong ou chá azul, é um chá não fermentado, feito de uma mistura entre chás verde e vermelho, apresentando a junção de sabores  e aromas desses dois tipos. Ele é utilizado para ajudar na decomposição de gordura corporal, auxiliando na perda de peso.

chás chineses
Chá branco, o mais claro dentre os chás

 

 

 

Chá Branco

O chá branco também é um tipo não fermentado, derivado de um chá verde não curado, que foi seco rapidamente. Ele é o mais claro dentre os chás chineses,  apresentando um sabor bem sutil.

 

chás chineses
Chá amarelo: as folhas secam naturalmente

 

Chá Amarelo


O chá amarelo é produzido de forma em que as folhas úmidas do chá são deixadas para secar naturalmente. O aroma é parecido como chá vermelho, enquanto o sabor é mais próximo aos chás verde e branco.

 

 

 

Chá Reprocessado

Esse tipo é resultado do reprocessamento de diferentes tipos de chá, que são transformados em outros produtos como chás perfumados, chás medicinais, chá de frutas e chás instantâneos.

 

Chá Perfumado

chás chineses
Os chás perfumados podem misturar flores e chás aromáticos

Chás perfumados são aqueles produtos da mistura de folhas de chás aromáticos com flores.

 

Os Benefícios do chá à Saúde

A tradição de se beber água quente já é considerada na China como um costume que traz benefícios à saúde. Ingerir chás, com tamanhas variedades disponíveis no país, é algo que também é visto como um hábito saudável. Cada tipo seria capaz de trazer, especificamente, determinados benefícios ao corpo humano, e não é à toa que os chás chineses são matéria de estudos na chamada Medicina Tradicional Chinesa.

chás chineses
Os chás chineses trazem também benefícios à saúde

O chá vermelho é considerado como aliado para a diminuição da gordura corporal, rico em flúor, diminui a fadiga e fortalece os ossos.  O famoso chá verde regulariza a pressão sanguínea e o colesterol, ajuda na diminuição da taxa de açúcar do sangue. O chá branco é rico em vitamina A, enquanto o chá Wulong é fonte de vitamina C, reduz irritações na pele e baixa níveis de colesterol, dentre outras propriedades.


chás chineses

Dicas para apreciar o chá como os chineses

Os chineses acreditam que, para se aproveitar realmente os benefícios que o consumo de chás pode trazer, não somente para o corpo, mas para a mente,  algumas dicas são essenciais.

Por exemplo:

1. Tome o chá quente:  os  chás oxidam muito rapidamente após sua preparação, diminuindo seus nutrientes com o passar do tempo. Portanto, ingeri-lo quente é a melhor opção para aproveitar o melhor de sua bebida.

2. Não beba chás muito fortes: evite fazer chás pouco diluídos, pois esses podem causar insônia ou um desconforto ao estômago. A proporção ideal para uma xícara de chá seria a de 4 gramas das folhas em 250 ml de água.  Para o consumo diário, a quantia ideal total é de 12 a 15 gramas das ervas.

3. Beba entre as refeições: o melhor momento para se ingerir chás seria entre as refeições, devendo-se evitar bebê-los muito antes ou depois de comer, pois poderia atrapalhar seu apetite, quando seu estômago estiver vazio, ou causar indigestão, quando estiver cheio.

4. Não beba com medicamentos: chás contêm grandes quantidades de tanino, que pode reagir com certos elementos químicos de alguns medicamentos. Procure beber chás algumas horas depois de tomar seus remédios.

5. Chá verde é a melhor opção para quem trabalha em escritório: esse tipo de chá contém em catequinas, substância que ajuda a se prevenir de radiação de computadores, além de sua capacidade antioxidante.

chas chineses
Os chás chineses podem ser encontrados em mercados livres, supermercados e lojas especializadas

Como escolher os chás chineses?

Por ser uma bebida tão tradicional na cultura do país, encontrar os chás chineses pode ser considerada uma tarefa fácil para os turistas. Você pode encontrá-los de supermercados e mercados de rua até em lojas especializadas na venda de chás. Os primeiros oferecem o produto em preços mais vantajosos, enquanto as lojas especializadas podem oferecer uma experiência interessante, como degustação dos produtos. Dê preferência aos chás chineses vendidos a granel, que permitem que os compradores não somente escolham a quantidade exata desejada, mas também possa analisar melhor a qualidade.

Assim, em uma viagem ao país, devido à grande variedade de chás chineses, é preciso ter atenção e seguir alguns passos para fazer as melhores escolhas:

  • Observe: chás bons ou frescos têm uma coloração verde brilhante. As folhas devem estar secas o suficiente para produzir um barulho quando as manuseiam sobre a palma da mão. Os chás chineses considerados de melhor qualidade normalmente têm folhas inteiras, enquanto folhas quebradas são sinais de qualidade inferior.
  • Sinta o cheiro: a fragrância é fundamental para se reconhecer a qualidade e frescor de um chá. Não pode ter cheiro ácido, os chás frescos apresentam odor parecido com o de jasmim ou orquídea.
  • Experimente: você pode mastigar uma pequena porção das folhas, que devem ter um sabor suave. Dependendo do local de compra, você pode solicitar uma infusão teste, vendo se as folhas se espalham de maneira harmoniosa e afundam lentamente ao fundo da xícara.
chás chineses
Tunxi Ancient Street, em Huangshan, a rua mais importante para se comprar chás chineses

 

Onde comprar os melhores chás chineses

Huangshan é considerada a principal cidade para os amantes do chá na China, produtora de alguns dos melhores chás do país. Uma vez na cidade, procure a Tunxi Ancient Street, a rua mais importante para quem quer encontrar esses produtos. Para os melhores chás verdes, vá a Suzhou e Hangzhou; para chás amarelos, Wuhan; Quanzhou produz os melhores chás Wulong e florais; enquanto Chengdu se destaca nas versões reprocessadas.

Outros locais nacionalmente famosos na China quando o quesito é a compra de chás chineses também são: em Pequim, a Rua Malindao abriga dois blocos de centenas de lojas que vendem chás e todos os acessórios utilizados. Em Shanghai, vá ao mercado do Chá de Tianshan.


chás chineses

Preços dos chás chineses

Você pode encontrar chás chineses nos mais variados preços dependendo dos locais e dos tipos procurados. Entretanto, há um preço mínimo para um chá de qualidade considerado pelos chineses. Prepare-se para desembolsar pelo menos 30 yuan em um bom chá em supermercados, e 100 yuan em lojas especializadas (por cerca de 30 a 60 gramas do produto).

E agora, prontos para uma xícara dos chás chineses?

 

Por Camila Sakamoto, diretamente de São Paulo, SP, Brasil

FontesChina Highlits,Travel China Guide, The Chinese Tea Shop

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site


Veja Também


Deixe seu comentário