September 07 2018

A origem chinesa do chá: a bebida consumida mundialmente

Posted by Victor Fumoto

Embora os ingleses mantenham o religioso hábito de sempre tomar um chá às cinco horas, a origem da segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo somente para a água, vem de milhares de anos atrás a partir de um acidente que foi provado diretamente por um imperador chinês! O chá é da China e viajou por milhões de quilômetros, sofrendo alterações, mudando a história, provocando diversas disputas e até mesmo conflitos, para que possamos deliciar dessa bebida nos dias de hoje! Conheça toda a história do chá agora!

 

Chá

Image by Lisa Fotios.

Um acidente oportuno: chá

 A história do chá teve seu início há aproximadamente cinco mil anos atrás na China, se espalhando por todo o mundo a ponto de ocupar o posto de segunda bebida mais consumida no planeta, atrás apenas da água! O pior é que este grande sucesso aconteceu de forma acidental, assim como outros grandes feitos da humanidade, como a penicilina e a pipoca.  Reza a lenda que o imperador chinês Shen Nung no ano de 2737 a.C., segundo estimativas, e a sua corte de assessores estariam fazendo uma pausa durante uma de suas viagens enquanto esperavam que os criados fervessem água para que o imperador bebesse, preocupados com a pureza da água, porém algumas folhas de um arbusto teriam caído dentro da água fervente produzindo um líquido acastanhado. O imperador, curioso pelo sabor da bebida, uma vez que ele também  era um cientista, resolveu dar um gole no líquido acastanhado, e aparentemente gostou bastante, classificando a bebida como muito refrescante. Dessa forma nasceu o famoso chá () conquistando rapidamente os paladares das pessoas na China, que somados à simplicidade de se fazer a bebida, difundiram por toda a região a receita, chegando até mesmo no Japão! Existem diversas provas históricas a partir de escavações arqueológicas que encontraram recipientes de chá nos túmulos da dinastia Han, entre os anos de 206 a.C. até 220 d.C., sendo finalmente oficializada como bebida nacional chinesa apenas durante a dinastia Tang  de 618 a 906 d.C. Atingiu tamanha popularidade que durante o século VIII foi escrito o primeiro livro inteiramente dedicado a esta bebida: o “CháJīng” (茶經) ou em inglês “The Classic of Tea” de autoria de Lu Yu.

Chá

A partícula superior no caractere chinês para chá (o que é uma reta horizontal com dois cortes verticais) simboliza as ervas utilizadas para a bebida. Image by Wallcoo.

Como o chá veio parar nas nossas xícaras

A partir do ano 1560 o chá passou ser levado de forma global através das grandes navegações, conquistando um amplo leque de culturas e povos, se adaptando às diferentes populações por todo o mundo. Nosso país colonizador, Portugal, foi o primeiro país europeu a consumir bebida, quando essa foi trazida do Oriente pelos seus navegadores, mas curiosamente foram com os holandeses que o chá foi importado primeiramente em carregamentos vindos da China no início do século XVII, sendo estabelecido, posteriormente, um posto oficial de trocas comerciais na ilha de Java. A partir desse marco, a Holanda abriu as portas para que o chá depressa circulasse para os outros países da Europa Ocidental, firmando-se, no entanto, como uma bebida exclusiva dos mais abastados, devido ao seu elevado preço provenientes do alto investimento das navegações, como foi visto para diversos outros produtos nos séculos seguintes. Também foi com os holandeses, em pleno ciclo de acumulação do país no ano de 1650, que a bebida tomou seu caminho em destino ao continente americano, mais precisamente para a sua colônia Nova Amsterdam, atualmente conhecida como Nova Iorque. Atualmente, o chá continua a deliciar gerações de povos espalhados por todo o mundo, sendo ainda mais popular do que o café! O início do século XX marcou a história do produto com a invenção dos saquinhos de chá nos Estados Unidos sendo uma verdadeira revolução na forma como a bebida era consumida e tornando-a mais acessível para toda a população embora ainda restavam alguns adeptos do chá que continuaram a preferir a sua preparação através da folhas e ervas, como foi o caso dos britânicos que apenas adotaram o chá como conhecemos hoje na década de 1970, muito anos depois da criação dos saquinhos! A grande novidade agora são as misturas e os chás exóticos. O chá chinês gunpowder, por exemplo, é vendido em forma de bolinhas que explodem com a água fervente, conferindo um sabor único em relação à bebida mais simples.

 

Chá

Image by Mary Evans Picture Library.

O chá continuou fazendo parte da história

Com o fim do monopólio da Companhia da Índias Orientais, em 1834, as trocas comerciais com a China começaram a ser produzidas em outros países como a Índia e o Sri Lanka, incluindo chá nessa estatística, demonstrando rapidamente o sucesso deste investimento. Dessa forma, no ano de 1888, a Inglaterra já importava mais chá da Índia do que da China acarretando em impactos significativos: em 1851, quando todo o chá era proveniente da China, o consumo anual na Inglaterra era de cerca de 900 gramas por pessoa enquanto já no ano de 1901, meio século depois, o consumo anual cresceu para 2800 gramas por pessoa devido ao fato do produto importado ter se mostrado  muito mais barato quando vindo da Índia ou do Sri Lanka. O início do século XX trouxe para os britânicos uma nova forma de bem-estar na vida no qual sempre haveria uma xícara de chá em suas mãos! A Inglaterra teve, ao longo da história, uma influência direta sobre o papel e a importância do chá no mundo de forma que a bebida estaria no centro de vários protestos e até mesmo uma guerra, justamente pelo fato da imensa quantidade de dinheiro que envolvia o produto! A famosa data histórica para os estadunidenses, conhecida como Boston Tea Party, foi uma resposta direta dos colonizadores à subida do imposto no chá por parte do governo britânico no dia 16 de Dezembro de 1773 na doca de Boston, onde os manifestantes destruíram várias caixas de chá pertencentes à Companhia Britânica das Índias Orientais. Mas a situação não se apaziguou, tendo os ânimos se exaltado novamente por causa dos impostos do chá, sendo acreditado por alguns historiadores que o evento teria instigado a própria Revolução Americana. O resultado desta guerra foi a independência do Império Britânico e a formação dos Estados Unidos da América.

 

Chá

A pintura retrata a icônica para história estadunidense Boston Tea Party, em 1773. Image by Nathaniel Currier.

Os benefícios da bebida para você

Indiferente do modo como são vendidos, sendo a granel ou nos famosos saquinhos, que se tornaram sinônimo da bebida, ou como são feitos, fermentados, não-fermentados ou até meio-fermentados, o chá se instalou de forma inexorável na vida dos brasileiros. Hoje são feitos de papel-filtro, inodoros e sem sabor para conquistar ainda mais consumidores, que buscam, além de um hábito social, os inúmeros benefícios à saúde e ao funcionamento do corpo humano, podendo auxiliar, por exemplo, na redução do risco de câncer de estômago, ao tomar o chá verde,  ou até mesmo com os chás preto que reduzem o risco de problemas cardíacos e de gastrite  além de combater o envelhecimento das células e a controlar a pressão arterial.

Que tal um chá hoje antes de dormir?

Deixe seu comentário sobre o que você achou da história e dos benefícios dessa bebida na nossa vida!

 
Por Lucas Fortes Mulati, diretamente de Rio Verde, GO, Brasil

Fontes: CasaDoChá, RevistaCafeicultura, Wikipédia

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +