O papel dos fornecedores chineses na economia

Já sabemos como buscar e negociar com fornecedores chineses, agora está na hora de entender qual sua função na dinâmica da economia capitalista. Os fornecedores chineses estão presentes em todos lugares do seu cotidiano, desde o material escolar dos filhos até o rodo de pia. A maneira como esses objetos chegam às lojas brasileiras está diretamente ligado com as exportações e importações do Brasil. O aumento da variedade dos bens vendidos no mercado indica um aumento do índice de importação.  

 

Atuação dos fornecedores chineses

A consolidação da China no mercado mundial só foi possível graças à grande vantagem comparativa apresentada por fornecedores chineses em relação a fornecedores de outros países. Essa vantagem é determinada de acordo com o custo do negócio com aquele determinado fornecedor e a vantagem comparativa é aquela analisada ao comparar o custo de compra de produtos de diversos fornecedores e encontrar o que traga mais vantagem a sua empresa. Um fornecedor com maior vantagem contribui para o crescimento do lucro da empresa e também melhoria e, às vezes, diversificação da sua pauta exportadora. A pauta de produtos que podem ser exportados da China contém tudo que você pode imaginar, tornando a China sempre uma opção viável para aquele empresário que busca importar produtos. Essa vantagem comparativa se deve ao baixo custo de produção chinês, o que implica em baixo custo de mão de obra, baixo custo de matéria prima e baixo custo de transporte.

Confira as 3 melhores maneiras de encontrar fornecedores chineses neste vídeo!

Mais que os fornecedores de qualquer outros país, os chineses tiveram que lidar com o preconceito e a fama de produzir apenas produtos de baixa qualidade e baixíssimo custo de produção. A China hoje já superou esse título e seus produtos de tecnologia avançada e vantajosa são conhecidos no Ocidente, que já consome hoje mais produtos de marcas importadas chinesas como Huawei e Xiaomi. A tecnologia avançada e produtos com qualidade de primeira atraem o consumidor e o empresário para fazer negócio com fornecedores chineses para a maioria dos produtos.

A participação dos fornecedores chineses na economia mundial garante uma diversificação de produtos, além de vantagens no custo de produção e no preço de venda, que cria uma maior competitividade para a empresa importadora. Com o novo cenário econômico brasileiro, tem aumentado a procura de pequenos e médios empresários por produtos para importação.  

 

fornecedores chineses

Navio carregando contêineres para exportação.
Fonte: China Link Trading

 

Desaceleração da produção industrial chinesa

A produção industrial chinesa apresentou em fevereiro os menores índices em 17 anos devido a pouca demanda interna e externa, dando continuidade ao crescimento abaixo da expectativa  que vinha ocorrendo desde janeiro. Neste mês, a atividade industrial registrou seu menor nível em três anos mas fatores sazonais como o Ano Novo Lunar precisam ser levados em consideração como perturbadores desses índices.  O desemprego chegou a 5,3%, permanecendo abaixo da meta do governo de 5,5%, mas ainda assim sendo um prejuízo para a economia chinesa. As exportações e importações da China sofreram queda acima do esperado no mês de fevereiro. As exportações caíram 20,7% em relação a fevereiro de 2018 e as importações apresentaram recuo de 5,2%. Resultados como esses são preocupantes para a economia mundial, principalmente de países emergentes cuja economia depende fortemente do gigante asiático. Com isso, é reforçada a teoria de Raymond Yeung, do ANZ bank de que a China comece a sofrer em breve uma recessão comercial e que não prevê uma recuperação a curto prazo. A China, que está envolvida em um conflito comercial com os EUA, têm tido recaídas em seu desempenho comercial desde o ano passado, quando seu índice de desaceleração econômica foi de 6,6%, o menor em 28 anos.  

fornecedores chineses


Recuperação inesperada

No mês de março a China voltou a apresentar altos índices de crescimento, o que incentiva acionários e empresários de todo o mundo. O primeiro crescimento em quatro meses e um dos possíveis motivos são as medidas de estímulo do governo que podem estar mostrando seus resultados. Uma pesquisa chamada índice de Gerente de Compras do Caixin/Markit apontou contratações de trabalhadores em fábricas pela primeira vez em mais de quatro anos e as encomendas aumentaram pelo segundo mês seguido, assim como a produção. O índice de Xangai atingiu seu nível mais alto em 10 meses. Segundo o G1, O índice CSI300 teve alta de 2,62% e o índice de Xangai subiu 2,58%, seu nível mais alto desde maio de 2018.


Estratégia econômica

A economia da China funciona sob um sistema muito distinto quando comparado aos sistemas econômicos da maioria dos países, incluindo das grandes potências. Sua estratégia econômica é denominada ‘mista”, pois une elementos do sistema político socialista e também do capitalismo. O governo chinês têm um forte posicionamento na vida social, cultural e econômica do país, sendo uma característica do socialismo.

O forte papel do estado na economia chinesa fica evidente com os recentes megaprojetos de infraestrutura chinesa que o mundo acompanha curioso. A mais conhecida delas, a Belt and Road Initiative, conecta dois terços da população mundial através de rotas terrestres e marítimas ao longo de 70 países. Ao construir tais projetos de tamanha dimensão na economia mundial, a China ajuda também seus vizinhos e parceiros econômicos, alguns gravemente carentes de investimentos nesse setor a anos, como o Quênia.

A China têm expandido suas presença internacional nos últimos anos através de parcerias econômicas com países-chave para seus interesses. Essas parcerias têm o objetivo de diminuir a distância entre a China e os países ocidentais, baseada não só em herança histórica mas também por preconceitos advindos da falta de conhecimento. O aumento da presença dos produtos chineses no mercado ocidental através dos fornecedores chineses é um fator importante para o perfil capitalista da economia chinesa, que, apesar de uma massiva e invejável demanda interna, depende de uma alta demanda externa para seu próprio crescimento.    

 

Fornecedores chineses

A enorme exposição na Canton Fair. Imagem de Oimparcial.com.br
Fonte: O Imparcial

 

Canton Fair

O melhor meio de se encontrar fornecedores chineses é frequentado feiras internacionais. A mais conhecida delas é a Canton Fair (“Feira de Cantão”). Em edições anteriores, o evento contou com mais de 20 mil expositores, mais de 50 mil estandes e aproximadamente 180 mil compradores dos mais diversos países. A Feira teve seu início no ano de 1957 e têm tradicionalmente um papel crucial para a presença chinesa internacional. A Feira conta com expositores de praticamente todos os produtos imagináveis ao longo de suas três fases, além da melhor reputação de evento de comércio internacional.  A China Link Trading acompanha empresários durante a Feira, maiores informações podem ser encontradas no nosso site onde teremos a cobertura do evento.

 

Mariana Madrigali Fidalgo, Estância Turística de Brotas, SP – Brasil
Fontes: G1, Blog China Link Trading

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário