O mercado de trabalho chinês para os estrangeiros – China Link Blog de Importação

Como todos bem já sabem, a China é a maior economia crescente no mundo atualmente, um país de proporções gigantescas que vem efetivando-se na dinâmica esfera internacional. Possui agora um mercado “aberto” para as multinacionais, vem aprimorando seu campo técnico-científico, investindo no desenvolvimento.

Para que isso ocorra, vários fatores são levados em conta, sendo um deles o mercado de trabalho para os estrangeiros, principalmente nas zonas especiais econômicas e nas cidades, como Xangai, classificadas como cosmopolitas.

Com uma legislação trabalhista recente (criada na década de 1990) e uma rotina sobrecarregada e incerta, a China de modo geral emprega estrangeiros nos níveis de gerencia ou posições técnicas, deixando as posições de alto escalão com os seus locais. Não se importando com a nacionalidade dos recrutados e sim nas suas capacidades.

Muitos dos trabalhadores estrangeiros fixos na China são estudantes que passaram certo tempo em intercâmbio pelo país, formaram-se e voltaram para trabalhar. Segundo o Ministério da Educação chinês, em 2010, havia cerca de 230 mil estudantes de 190 países na China, um número recorde que pretende dobrar até 2020.

O número de estrangeiros que querem se estabelecer é bem menor que a quantidade de temporário, muitos deles encontram-se nas multinacionais e são majoritariamente descendentes de imigrantes chineses. Isso ocorre, principalmente, devido à barreira cultural e a falta de benefícios para os funcionários.

Uma pesquisa mundial sobre o mercado de trabalho da Antal (empresa global de recrutamento) aponta que 72% das empresas chinesas contatam no nível gerencial e profissional, sendo dessa porcentagem 63% dos EUA, 45% da Europa Ocidental e 65% do Brasil. Esse mercado amplo deve-se, também, muito ao déficit de profissionais formados no país. Quando comparado ao montante de profissionais formados de outros países tem-se a impressão de que não falta mão de obra especializada, porém devemos lembrar que a China é o país mais populoso do mundo, fazendo com que o trato de seus dados seja cuidadoso e relativo.

Para os brasileiros a China virou uma nova fronteira para os profissionais que buscam emprego no exterior, exigindo-se um bom inglês, dinamicidade cultural, uma boa capacitação e um diferencial criativo, exportamos para o outro lado do mundo pilotos de avião, engenheiros, arquitetos, modelos, cozinheiros, profissionais da área de turismo, entre outros.

Aos interessados fica a dica de procurarem saber mais sobre as oportunidades oferecidas. Entrem em contato com agências especializadas, procurem uma classe de mandarim mais próxima, busquem um intercâmbio, participem de feiras internacionais, pois não é todo mundo que consegue adaptar-se ao estilo chinês, entenda mais sobre o confucionismo e seja destemido.

Taiame-souza  Por Taiame Souza – Direto de São José dos Campos/Brasil
www.chinalinktrading.com
Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.


Veja Também


Deixe seu comentário