Motivos para se fazer negócios com a China

Nos últimos anos a China tem-se muito destacado internacionalmente pela pujança de sua economia e pela conquista que seus produtos tiveram no mundo inteiro. Enquanto outros países como os países europeus, o Japão e também os Estados Unidos enfrentam inúmeros percalços, a China se mantém fortalecida no crescimento mundial. Além de toda essa expansão econômica, a China tem um dos maiores PIBs (Produto Interno Bruto) do mundo e com presença indiscutível no cenário internacional como exportador e importador.

A globalização traz demandas que prezam por produtos bons e de boa qualidade já que o objetivo é não perder espaço no mercado, o que faz com o que os países invistam em tecnologia e modernização para fabricar produtos de altíssimo nível. Por isso preparamos alguns bons motivos para se fazer negócios com a China e fazer jus a expressão de que se realizou algo vantajoso, ou que se deu muito bem.

 

Motivos para se fazer negócios com a China
Fonte: Teledramaturgia

 

Produtos de boa qualidade

Um dos motivos que vale a pena fazer negócios com a China são os produtos de boa qualidade que se fabricam no país. A ideia do “made in China” como algo não presta ou quebra fácil já é uma expressão e um argumento ultrapassado. De fato, existem produtos chineses que não tem boa qualidade, mas isso é algo que ocorre em muitos países, até mesmo no Brasil, além do fato desses produtos serem extremamente baratos.

 

Motivos para se fazer negócios com a China
Fonte: China Vistos

 

Para mudar esse cenário, há um alto investimento que os chineses têm feito em tecnologia, presente na sua agenda governamental como um dos principais focos, investimentos estes que só melhoram a qualidade dos produtos e também para romper ainda mais com aquela ideia do começo.

 

Ótimo custo benefício

Além do tópico sobre a boa qualidade dos produtos chineses, outro motivo pelo qual vale a pena fazer negócios com a China é o ótimo custo benefício que eles proporcionam. A ideia do “made in China” aqui só reforça o argumento no sentido de que os produtos chineses são mais baratos que os demais, o que como mencionado, não quer dizer que não são de boa qualidade.

Pelo contrário, vimos marcas chinesas famosas de celulares e computadores como por exemplo, Xiaomi e Lenovo, ganhando muito espaço no mercado internacional por fornecer produtos bons e acessíveis à população, quando a sua confecção e configuração poderia custar até o triplo do valor em outros países.

Como um último ponto sobre os benefícios, uma questão que deve ser levada em conta é em relação a moeda chinesa, o yuan, já que ela é menos valorizada que o real brasileiro, o que torna a importação e os negócios muito mais atrativos para quem importar da China.

 

Mercado Próspero

É inegável o quanto o mercado chinês tem se tornado cada vez mais próspero nos últimos anos por toda sua dedicação e empenho em se desenvolver economicamente. Vemos isso por conta do fortalecimento do mercado, pelos acordos internacionais que trazem benefícios e também pela diversidade de produtos que o país possui por conta da sua grande extensão territorial que chega até mesmo a dividir o país em zonas industriais. Na relação com o Brasil, por exemplo, a China em 2012 passou os Estados Unidos quando o assunto é importações.

 

Motivos para se fazer negócios com a China
Fonte: Fábrica de Jogos

 

Um ponto negativo sempre lembrado é de que a China tem produtos de ótimos preços e de boa qualidade mas quem paga por tudo isto são os trabalhadores do país, que com a alta procura de emprego e a pouca demanda dos serviços sacrificam a nação chinesa, porém essa informação não tem sido mais verdadeira já que o preço pela mão-de-obra tem crescido assim como o valor do patrimônio da família chinesa que triplicou em questão de anos e já é um dos maiores do mundo. Tudo isso indica o quanto a mão-de-obra do trabalhador chinês se valorizou.

 

Empresas especializadas

Com todo este destaque que a China teve, o número de empresas que começaram a se especializar nos negócios com o país cresceu muito no Brasil e em outros lugares do mundo, como a China Link Trading. Há uma grande vantagem por trás disso já que empresas especializadas em importações e em negócios com a China promovem empregos e também uma pesquisa de produtos bons, serviços adequados para fazer negócios com a China e também os meios de mais qualidade.  

Além disso, há muitos incentivos governamentais para importar e fazer negócios com a China que o próprio governo promove, uma variação de cambio favorável por trabalhar com o regime de câmbios fixos que faz com que a moeda seja desvalorizada e é uma estratégia chinesa para vender mais produtos e que como dito antes, se torna muito vantajoso para quem está importando.

 

Por Barbara Pompei, diretamente de Marília – SP

Fontes: Epoch Times

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário