Qual foi o líder mais sanguinário?

A História tem mostrado muitos líderes cruéis ao redor do globo, que deixaram de lado a justiça, misericórdia pela população e passaram a demonstrar um profundo desrespeito à vida humana durante suas administrações. No século XX, muitas figuras emergiram com ações de crueldade surpreendentes. Agindo de maneira egoísta, motivados pelo desejo de poder e dominação, deixaram como legado números chocantes de vítimas. Hitler? Stálin? Quem poderia ser considerado como o líder mais sanguinário do mundo?

 

lider-mais-sanguinario12

Considerando a quantidade de mortes registradas durante as administrações vistas como as mais cruéis da Idade Contemporânea, o líder mais sanguinário do mundo se destaca facilmente dos outros nomes. E ele é… chinês!

 

lider mais sanguinario
Mao Tsé-Tung, o líder mais sanguinário

 

1-Mao Tsé-Tung: o líder mais sanguinário

Mao Tsé-Tung liderou a Revolução Chinesa e fundou a chamada República Popular da China, a qual comandou de 1949 até seu falecimento, em 1976. Entre as execuções e mortes decorrentes dos desastrosos resultados de sua política econômica, foram contabilizadas sob sua responsabilidade aproximadamente 78 milhões de mortes em sua administração! Esse chocante número é superior à soma das mortes registradas pelos segundo e terceiro lugar dessa lista, e, por isso, Mao Tsé-Tung pode ser considerado como o líder mais sanguinário do mundo.

 

lider mais sanguinario
Stálin, o segundo líder mais sanguinário

 

2-Josef Stálin

O líder da União Soviética foi o principal responsável por comandar o país na vitória na Segunda Guerra Mundial e pelo processo de industrialização da URSS. Entretanto, Stálin foi um ditador marcado por intensas perseguições a seus opositores, além de práticas de desrespeito aos Direitos Humanos, e é claro, por muitas mortes. Os campos de concentração, chamados gulags, por exemplo, se tornaram o principal símbolo de repressão de seu governo. Estima-se que sob sua ditadura, entre 1922 e 1953, o número de mortes foi de 23 milhões de pessoas.

 

lider mais sanguinario
Adolf Hitler, o principal líder do nazismo alemão

 

3-Adolf Hitler

O principal líder do nazismo alemão é talvez o nome mais conhecido da lista por suas atrocidades durante seu governo entre 1934 e 1945. A perseguição, prisão e genocídio atingiram como vítimas uma maioria judaica, mas se estendeu a outros grupos como ciganos, homossexuais e prisioneiros políticos. Os famosos e numerosos campos de concentração foram conhecidos por abrigar prisioneiros em situação de trabalhos forçados, tortura, experimentos médicos e homicídios em massa por câmaras de gás e fuzilamento, visando ao extermínio desses grupos.  Hitler seria responsável pela morte de 17 milhões de pessoas.

 

lider mais sanguinario
Leopoldo II, rei da Bélgica responsável pela morte de 15 milhões no Congo

 

4-Leopoldo II da Bélgica

Leopoldo II, rei da Bélgica entre 1865 até 1909, foi o líder responsável pela exploração desumana ocorrida no Congo. Atuando desde seu país de origem, é considerado como o símbolo mais cruel do colonialismo europeu. Com o intuito de explorar a colônia africana, monopolizou a indústria da borracha e do marfim, e submetia os congoleses a condições de trabalho forçado. Além disso, foi principal responsável pelas matanças ocorridas no Congo, que somaram cerca de 15 milhões de mortos.

 

 

lider mais sanguinario
Hideki Tojo, líder japonês foi condenado por crimes de guerra

 

5-Hideki Tojo

Hideki Tojo era um general do Exército Imperial japonês e 27º Primeiro-Ministro do Japão. Esteve sob o comando do país durante a maior parte da Segunda Guerra Mundial, sendo responsável por tentar conter o avanço do comunismo na Ásia. Foi julgado e condenado à morte por crimes de guerra, sendo executado em 1948. Sua cruel administração, 1941 a 1944, deixou 5 milhões de mortes.

 

lider mais sanguinario
Enver Pasha, líder militar responsável pelo genocídio armênio no Império Otomano

 

6-Ismail Enver Pasha

Ismail Enver Pasha é uma exceção da lista por não ter exercido o papel de um ditador, mas sua crueldade foi suficiente para elevá-lo a essa lista. Militar, comandou a Revolução dos Jovens Turcos de 1908 e liderou o Império Otomano nas Guerras dos Bálcãs (1912-1913) e durante a Primeira Guerra Mundial.  Foi nomeado em 1914 como o Ministro da Guerra do Império e foi considerado como a figura mais poderosa do governo da época. Foi o principal responsável pelo genocídio armênio durante a Primeira Guerra Mundial – o extermínio orquestrado pelo governo otomano de seus súditos armênios.  Estima-se que 2,5 milhões de pessoas foram mortas no período.

 

lider mais sanguinario
Pol Pot, responsável pelo genocídio no Camboja

 

7- Pol Pot

Liderou o Khmer Vermelho, partido governante do Camboja entre 1963 e 1979. É considerado o principal responsável pelo genocídio cambodjano, onde grande parte da população do país foi exterminada. Considera-se que o total de mortos é de 1,7 milhão de pessoas.

 

lider mais sanguinario
Kim Il Sung, ditador norte-coreano

 

8-Kim Il Sung

Líder da Coréia do Norte desde 1948 até sua morte, em 1994, sendo sucedido pelo filho, Kim Jong-um, o atual ditador em exercício. Depois do acordo de paz entre as duas Coréias, foi o responsável por intensificar o governo ditatorial no país, baseado em um forte culto à personalidade. Decorrente disso, é ainda conhecido como o “Grande Líder”do país, tendo monumentos e feriados nacionais em sua homenagem. O sistema bastante opressor de sua administração resultou na estimativa de 1,6 milhão de mortos.

 

lider mais sanguinario
Mengistu Haile Mariam, responsável pela morte de 1,5 milhão na Etiópia

 

9-Mengistu Haile Mariam

Foi chefe de Estado da Etiópia entre 1974 a 1991, chegando ao poder após um golpe de estado que destituiu do poder o Imperador Haile Selassie. No ano de 2006, foi condenado por genocídio e por outros crimes realizados durante sua administração, mas atualmente está exilado no Zimbábue. É estimado que seu regime tenha causado a morte de 1,5 milhão de pessoas.

 

lider mais sanguinario
Yakubu Gowon, líder sanguinário da Nigéria

 

10 – Yakubu Gowon

Chegou à posição de chefe de Estado da Nigéria através de um golpe de estado em 1966. Comandou o país até 1975, quando foi destituído do poder também por meio de um golpe. Foi durante sua administração que ocorreu  a Guerra Civil da Nigéria (1967 a 1970), causada pela tentativa de separação de províncias localizadas no sudeste do país. O governo foi implacável nas medidas de repressão à região, que foi reintegrada à Nigéria. A Yakubu Gowon é creditada a responsabilidade pela morte de 1,1 milhão de pessoas durante seu regime.

Por Camila Sakamoto, diretamente de São Paulo, SP, Brasil

Fontes: Anonymous, UOL, Superinteressante

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site

 


Veja Também


Deixe seu comentário