Gaokao – O Vestibular da China

Nas últimas décadas, o governo chinês ampliou e modernizou suas universidades, abrindo milhões de vagas para novos estudantes, e reformando seu sistema educacional. Mesmo assim, as vagas para as melhores universidades são extremamente concorridas. Entre junho e julho de cada ano, os jovens que estão terminando o ensino secundário sênior (ensino médio chinês) e querem cursar uma boa universidade tem que fazer uma prova que é semelhante ao nosso vestibular, o Gaokao, o vestibular da China.

gaokao
Alunos prestes a realizar o vestibular na China

Preparação longa e intensiva para o Gaokao

Eles estudam um ano inteiro, das 7 da manhã as 9 da noite nas escolas, para o exame que dura 2 dias. Para alguns, é apenas uma opção para um futuro em uma boa universidade chinesa, já que também têm a opção de estudar no exterior. Mas, para outros, o Gaokao é “tudo ou nada”, principalmente para os que a família não tem condições de bancar uma educação particular e/ou no exterior. O exame conta com questões objetivas e dissertativas de Mandarim, Matemática, Inglês e outras ciências.

Existe até um serviço de “babás para o Gaokao“, onde professores particulares auxiliam, tiram dúvidas e fazem companhia durante o período de um ano em que os jovens estão se preparando. Alguns gaokaodeles chegam a estudar 7 dias por semana, sem dia de descanso, já que, se pararem por um dia, a lição de casa e os exercícios de revisão se acumulam, ficando ainda mais cansativo. Além de toda expectativa e volume de conteúdo a ser estudado, existe ainda a pressão dos pais e da família, pois o resultado do exame pode determinar a qualidade da universidade, e até mesmo a área de estudo.

Neste ano, foram cerca de 9,5 milhões de estudantes que fizeram o Gaokao em diversas cidades chinesas. Durante os dois dias, toda organização da cidade é alterada para não atrapalhar os estudante em prova. Fábricas param, carros são proibidos de buzinar e há até táxis exclusivos para levar e buscar os estudantes ao local de aplicação do Gaokao. Como muitas vezes o exame é aplicado longe da cidade do estudante, os hotéis fazem planos especiais para os dias de exame, que são reservados rapidamente e com grande antecedência.
Esse também foi o primeiro ano em que “colar” na prova foi considerado crime. Haviam diversos policiais em cada universidade em que o exame foi aplicado para garantir a prisão na hora do estudante que colasse. Em outras edições foram utilizados drones para fiscalizar e evitar colas. Alguns pais pagam “vestibulandos profissionais”, que falsificam a identidade e fazem a prova no lugar de seus filhos em troca de alguns milhares de dólares.

Descontração e preparação para o exame

gaokao
Alunos durante atividade planejada para aliviar o estresse às vésperas do vestibular na China
gaokao
Mensagem escrita por Stephen Hawking aos estudantes chineses que se preparavam para o vestibular na China

Alguns chineses que já passaram pelo Gaokao na juventude, julgam que o exame está melhor do que há 10 ou 20 anos atrás, quando as vagas eram mais limitas, e portanto, mais concorridas. Mesmo assim, a preparação pode ser muito estressante e exaustiva. Para melhorar a situação, algumas escolas organizam atividades para descontrair os estudantes e tirar um pouco da pressão que eles sofrem, mas nada muito perigoso ou cansativo, para que os alunos não percam o ritmo de estudo, apenas relaxem.

As famílias procuram incentivar e tranquilizar os jovens que realizarão o Gaokao, e até mesmo algumas celebridades mostram seu apoio e dão algumas palavras de incentivo, como fez o Stephen Hawking na rede social chinesa Weibo antes do exame desse ano.

Tradição confucionista

Outra atividade frequente antes dos exames é a visita a templos confucionistas, como o Templo do Confúcio em Pequim e a Academia Imperial. Isto porque o filósofo Confúcio foi um grande pedagogo e seus principais pensamentos e filosofia estavam relacionados à importância da educação, do conhecimento e da família. gaokao

Muitos estudantes e seus familiares vão até os templos para fazer orações e pedidos a Confúcio, para um bom resultado no Gaokao, isto porque ele é venerado como grande nome e mestre da educação chinesa. Durante várias dinastias, o estudo dos livros clássicos de Confúcio era tido como principal possibilidade de ascensão social, já que haviam exames imperiais, como concursos públicos, que permitiam trabalhar em vários setores do governo imperial. Pode-se dizer que o Gaokao é a versão contemporânea dos antigos Exames Imperiais chineses.

Por Ingrid Torquato, diretamente de Marília, SP, Brasil 

FONTES: CNBC, BBC, CNN, TimeOut Shanghai

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site


Veja Também


Deixe seu comentário