April 02 2018

Feira de Cantão: por que visitar?

Posted by Victor Fumoto

A 123ª edição da Feira de Cantão começa logo mais, em Abril, e estende-se até Maio. Se você trabalha com importação e quer impulsionar seus negócios, visitar a Feira pode ser uma oportunidade única para encontrar novos fornecedores, explorar as novidades do mercado, ter novos insights, conhecer de perto os produtos que você irá vender e alavancar seus negócios!

 

canton fair

 

Mas você conhece a Feira de Cantão? Sabe se vale a pena visitá-la ou não? Quer descobrir dicas para aprimorar sua participação, ou quer encontrar pacotes ideais para você? Então continue conosco neste artigo e tire todas as suas dúvidas.

 

Origem da Feira de Cantão

A Feira de Cantão, também conhecida como Canton Fair, acontece na cidade de Cantão (ou Guangzhou), na China, duas vezes ao ano (edições de primavera e outono) e possui três fases, devido ao grande contingente de produtos, fornecedores e visitantes que atrai e apresenta.

A Feira, que surgiu em 1957, é uma co-organização do Ministério do Comércio da República Popular da China, juntamente com o Governo Popular da Província de Guangdong e com o Centro de Comércio Exterior da China.

 

 

Inicialmente, a Feira de Cantão era pequena e compreendia apenas visitantes e fornecedores regionais e oriundos de alguns países asiáticos. Embora hoje os produtos expostos na Feira sejam manufaturados, em sua origem os produtos exibidos concentravam-se no setor agrícola, ao passo que a criação da Canton Fair é anterior ao auge da indústria chinesa.

Com o crescimento da Feira de Cantão, o evento passou a ocorrer, a partir de 1959, no Qiyi Road Exhibition Hall, onde permaneceu até o ano de 1974, quando, devido ao seu grande desenvolvimento, transferiu-se ao Centro de Exposições Liuhua. Sua expansão continuou e, por isso, o espaço teve que ser ampliado concomitantemente, pois já não comportava mais a quantidade de visitantes e expositores. Foi ainda na década de 1970 que a evolução da Feira de Cantão alcançou um novo patamar, impulsionada, principalmente, pelas mudanças geradas pelas reformas econômicas de Deng Xiaoping.

Na década de 1980, com o ressurgimento da iniciativa privada no país e sua abertura ao investimento estrangeiro, a Feira de Cantão cresceu ainda mais. A privatização de empresas antes estatais, o relaxamento no controle dos preços por parte do governo chinês, e a diminuição do protecionismo foram fatores essenciais para a expansão da Canton Fair neste período. Após tais mudanças, seu progresso não parou mais! Em 1993, o número de expositores mais que dobrou em relação ao seu primeiro ano, e, em 1997, seu volume financeiro já excedia os 10 bilhões de dólares!

 

canton fair

 

As mudanças conjunturais, tanto no âmbito nacional chinês, quanto em escala global, continuaram exercendo influências no desenvolvimento da Feira. Em 2001, com a entrada da China na Organização Mundial do Comércio (OMC) e sua economia alcançando o patamar de segunda maior economia do mundo, o comércio e as indústrias do país foram alavancados, e concomitantemente com o também crescimento da Feira de Cantão.

No ano de 2006, o nome oficial da Canton Fair sofreu alteração. No início, a Feira se chamava “Feira de Exportação de Commodities da China” e, desde então, denomina-se “Feira de Importação e Exportação da China”. Em 2009, com a necessidade eminente de mais uma expansão, a Feira de Cantão passou a ocorrer em três fases e duas edições, além de transferir-se para o Complexo Pazhou.

A Feira de Cantão continua adaptando-se às mudanças conjunturais da China e do cenário internacional, garantindo, assim, seu sucesso. Essa capacidade de adaptação da Feira é expressa, por exemplo, por seus organizadores, que estabelecem entre seus principais objetivos a promoção de uma visão globalizada nos negócios e a orientação de mercado. Por isso, a Feira de Cantão procura investir em medidas que fomentem o networking, a negociação, a exibição e promoção de mercadorias e a comunicação entre todos os participantes envolvidos.

 

Organização da Feira de Cantão: números, edições e fases

Devido ao grande contingente de fornecedores, exibidores, visitantes e produtos, a Feira de Cantão acontece duas vezes por ano, contando com uma edição de primavera (no primeiro semestre, entre os meses de Abril e Maio) e outra de outono (no segundo semestre, entre os meses de Outubro e Novembro).

 

canton fair

Complexo Pazhou à noite, 2008. Imagem by Walkowiak, Flickr.

 

Além disso, a partir de 2009, em cada uma destas edições, há três diferentes fases, as quais compreendem gamas de produtos diversos. Suas duas edições anuais duram 15 dias cada e cada fase dura cinco dias. É extremamente importante conhecer as fases da Feira e saber qual delas apresenta os produtos e fornecedores de sua área de atuação.

A 123ª edição da Feira de Cantão começa este mês, dia 15 de Abril, e termina dia 5 de Maio. As datas são as seguintes:

 

Primeira Fase – entre 15 e 19 de Abril de 2018;

Segunda Fase – entre 23 e 27 de Abril de 2018;

Terceira Fase – entre 01 e 05 de Maio de 2018;

 

Confira agora quais os produtos que você pode encontrar em cada uma das fases da Canton Fair:

 

Primeira Fase

A primeira fase da Feira de Cantão compreende produtos nas seguintes categorias: Eletrônicos e Eletrodomésticos; Máquinas; Hardware; Ferramentas; Equipamentos de Iluminação; Veículos e Peças de Reposição; Materiais de Construção; Produtos Químicos; Recursos Energéticos; etc. Dentro destas categorias, você pode encontrar produtos como máquinas agrícolas, televisões, celulares, refrigeradores, lâmpadas, computadores, sensores, ferramentas, bicicletas, recursos energéticos, etc.

 

Segunda Fase

A segunda fase da Feira de Cantão apresenta produtos em categorias como: Bens de Consumo; Presentes; Decoração; etc. Nessas categorias são exibidos produtos como utensílios de cozinha, decoração de casa, decoração de festas, brinquedos, cosméticos, acessórios, produtos para animais domésticos, etc.

 

Terceira Fase

A terceira fase da Feira de Cantão foca nas seguintes categorias: Têxteis e Vestuário; Bolsas; Sapatos; Cases; Materiais para Escritório; Produtos de Recreação; Medicamentos; Dispositivos Médicos e Produtos de Saúde; Alimentos; etc. São exemplos de produtos que você pode encontrar na terceira fase roupas no geral, acessórios, tapetes, cobertores, calçados esportivos, cases de couro, bolas, skates, canetas, tesouras, utensílios de pesca, bebidas, instrumentos cirúrgicos, embalagens alimentícias, produtos agrícolas, etc.

 

Por que ir à Feira de Cantão?

Com um volume de mais de 27 bilhões de dólares, cerca de 25.000 expositores com fornecedores internacionais e nacionais, mais de 180.000 compradores estrangeiros em um espaço de mais de 1 milhão de m², a Canton Fair é a maior feira multissetorial do mundo. Só por estes números você já pode ter uma ideia de como conhecer e visitar a Feira pode beneficiar seus negócios.

 

 

Nos últimos anos, os organizadores da Feira passaram a investir pesadamente em criação de redes de negócios, exibição e promoção de mercadorias e novidades de produtos, além da comunicação industrial entre seus participantes. Por ser multissetorial, ou seja, abranger os mais variados setores de produtos, a Feira oferece oportunidades únicas para que você encontre os melhores fornecedores e produtos; descobrindo ainda os lançamentos mais recentes e as novidades do mercado.

Além da diversidade de mercadorias, você encontrará fornecedores e compradores de todo o mundo, já que o evento conta com uma extensa rede de parceiros de cooperação estrangeira: são 45 da Ásia, 32 europeus, 21 da América (dois do Brasil), 5 da África e 6 da Oceania.

Muitas empresas e fábricas aproveitam a Feira de Cantão para lançar seus produtos, antes mesmo que estes estejam disponíveis para compra online. Além disso, diversos fornecedores não vendem através de plataformas famosas, como, por exemplo, o Alibaba. Outra vantagem ao visitar a Feira é que você pode conhecer pessoalmente a qualidade dos produtos que irá vender, ou até mesmo compará-los com produtos similares de outros fornecedores.

 

canton fair

Complexo Pazhou, 2008. Imagem by Anton Maramygin, Flickr.

 

Interações pessoais também podem ajudá-lo a negociar melhores preços e fortalecer os laços com seus fornecedores, o que seria mais complicado em negociações online. Outra vantagem é que, uma vez na China e conhecendo seu fornecedor, há a possibilidade de conhecer de perto as fábricas de onde seus produtos saem e ver de perto sua fabricação.

Oportunidades de networking estão por todos os lados! Não apenas com os fornecedores da própria Feira de Cantão, mas também com os demais visitantes, as pessoas que você conhece no hotel e nas reuniões de negócios, as equipes que te acompanham na Feira, etc. Por isso, ao visitar a Canton Fair, você poderá encontrar uma vasta gama de fornecedores e produtos, conhecer de perto a mercadoria que pretende comercializar, entrar em contato com as novidades do mercado, ampliar sua rede de contatos e alavancar, assim, sua empresa e seus negócios.

Para mais dicas sobre a Feira de Cantão, você pode também assistir os vídeos do Guia Master da Canton Fair em nosso canal do Youtube!

 

Se você quer saber mais sobre a Feira de Cantão e importações, além de ficar ligado em tudo sobre a China, continue ligado no blog, ou entre em contato conosco!

 

Por Ana Yamashita, diretamente de São Paulo, SP, Brasil

Fontes: China Link Trading, China Vistos, The Sourcing Blog, Medium

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +