Conheça Suzhou, a Veneza da China

Se você pensa em viajar para a China, não pode deixar de conhecer a cidade mágica de Suzhou, que tem o apelido de ‘Veneza da China” por ter belos canais que cortam a cidade. Além disso, também possui vários jardins muito bem cuidados e um toque de antiguidade, devido às construções milenares bem conservadas. E aí, ficou curioso? Vem comigo pra saber mais sobre esse destino maravilhoso!

 

A belíssima Suzhou

Muito acolhedora, a cidade de Suzhou é uma das mais visitadas da China, devido aos seus vários pontos turísticos. Localizada na província de Jiangsu, sendo a segunda maior cidade da mesma, no oeste da China, foi fundada no ano 514, tendo mais de 2,500 anos de história. Apesar de milenar, a cidade foi incrivelmente preservada, conservando vários elementos da arquitetura de mais de dois mil anos atrás. Ao longo de toda sua longa história, Suzhou foi considerada referência em alta cultura e elegância, inspirando várias gerações de artistas, estudiosos, escritores da alta sociedade na China.

Apesar de manter sua essência tradicional e antiga, a cidade também surpreende com muitos elementos da modernidade, com grandes construções iluminadas e shoppings (como o Suzhou Center) como qualquer outra grande capital, fazendo de Suzhou uma cidade completamente única.

 

Suzhou
A beleza única da Veneza do Oriente.

Os canais de Suzhou

Possuindo 42% de água no seu território, Suzhou, como já dito antes, é conhecida como “Veneza da China” ou “Veneza do Oriente” justamente pelos seus canais que cortam a cidade, permitindo passeio em gôndolas através deles assim como na cidade italiana.

A cidade é cortada pelo “Grande Canal da China”, ou também conhecido como “Grande Canal Jing-hang”, considerado o maior canal ou rio artificial mais antigo do mundo, com seus 1.794 quilômetros de extensão, tendo seu projeto iniciado no ano de 605, ligando da cidade de Pequim ao sul de Hancheu- além de ser considerado patrimônio mundial pela UNESCO. O passeio pela seção do Grande Canal na cidade de Suzhou permite apreciar 10 portões da cidade e mais de 20 pontes históricas de pedra construídas no estilo tradicional.

 

suzhou
Uma das pontes de pedra de Suzhou. Fonte: chinatous

Os jardins de Suzhou

Outra grande referência quando falamos de Suzhou são seus enormes jardins espalhados pela cidade, famosos por suas belezas naturais juntamente com harmoniosas construções pautadas no principio da valorização chinesa do equilíbrio e harmonia. Existe até um ditado chinês que os comtempla: “Jardins ao sul do rio Yangtze são os melhores do mundo, e os jardins de Suzhou são os melhores entre eles”. 

Dentre os mais de 60 jardins mantidos na cidade, dos quais alguns são listados como Patrimônio Mundial pela UNESCO, o principal e mais famoso é o Suzhou Zhuōzhèng yuán (chamado em português como Jardim do Administrador Humilde). Construído no século XVI e considerado Patrimônio Mundial desde 1997, o jardim conta com cerca de 52.000 metros quadrados de pura beleza, incluindo vários lagos, córregos, pequenas florestas, colinas, formações rochosas e construções como pavilhões, salas e salões.

Em segundo lugar, podemos citar o Lingering Garden, sendo também um dos quatro jardins mais famosos da China e Patrimônio Mundial, que ocupa uma área de cerca de 23.300 metros quadrados. Possuindo um história de mais de 400 anos, o jardim cria um cenário deslumbrante entre a vegetação e os templos ancestrais construindo harmoniosamente no local.

 

Suzhou
O Jardim do Administrador Humilde em Suzhou

Outros pontos turísticos de Suzhou

Além da tradição dos jardins de Suzhou, a cidade conta com outros vários pontos turísticos que possibilitam uma enorme diversidade de experiências únicas e novas. Dentre elas, podemos citar a Pingjiang Road, que se situa próxima ao jardim do Administrador Humilde, sendo uma das ruas mais agradáveis da cidade: conservando o pavimento de pedras, a rua é recheada das mais variadas lojinhas (as quais mantem o estilo arquitetônico tradicional, dando a impressão de que se está fazendo uma viagem no tempo), bares e restaurantes. Além disso, ao anoitecer são acendidas várias luzes ao longo dela, fazendo com que fique ainda mais charmosa.

Não podemos deixar de falar também da Shan Tang Jie Street, uma rua com mais de 1500 anos de antiguidade que teve seus edifícios antigos renovados. Cercada com rios e pequenas pontes, a rua conta com várias residências e lojas, onde se pode experimentar todos os tipos de lanches locais e adquirir vários souvenires. À noite, a iluminação das tradicionais lanternas vermelhas transforma o local em algo encantador.

 

Suzhou
a cidade de Suzhou fica ainda mais incrível durante a noite

Como chegar à Suzhou

Situada a apenas 100 quilômetros a leste de Shanghai, é possível chegar na cidade rapidamente de trem, cujo trajeto dura apenas entre 40 minutos a uma hora (dependendo da estação de origem). Ou então, também é possível fazer o trajeto entre as duas cidades de ônibus, embora leve mais tempo do que de trem.

E aí, o que achou da ideia de visitar Suzhou?

Deu vontade de ir pra China? Conheça o Palácio de Verão em Pequim, um local encantador com imensa importância histórica. Nosso canal está repleto de vídeos que mostram a vida na China, se inscreva!

 

Por Caroline Malheiros Costa, diretamente de Marília, SP – Brasil.

Fontes:  Viagens e Vivências

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário