Como Importar Celulares da China

            A importância dos celulares vem crescendo visivelmente de maneira gradativa nas últimas décadas, desde que foi lançado o primeiro aparelho há 30 anos. Com os avanços tecnológicos do setor de comunicações, esses equipamentos são vistos hoje como praticamente indispensáveis a maior parte da população mundial e os números de consumidores vem ascendendo para comprovar tal situação. No Brasil, em fevereiro de 2016, a Anatel estipulou o registro de 258,06 milhões de linhas ativas no país, onde o Sudeste e Nordeste lideram, respectivamente, as maiores concentrações entre as regiões. Assim, não se é de espantar que o mercado de celulares seja bastante ativo no país, com uma enorme demanda. Dessa forma, importar celulares da China pode ser uma alternativa bastante atrativa para quem busca um novo aparelho.

 

importar celulares da china
Importar celulares da China: quais as vantagens?

 

Por que importar celulares da China?

            Uma das grandes vantagens para se importar celulares da China está no preço dos aparelhos, que são abaixo dos comercializados no Brasil. Os celulares chineses também têm a vantagem de já serem desbloqueados, o que garante maior autonomia aos consumidores na escolha das operadoras de suas preferências. Além disso, na China há uma grande variedade de modelos que não existem no Brasil. Nos últimos anos, ainda está se tornando cada vez mais visível o desenvolvimento tecnológico das empresas chinesas de telecomunicações, estabelecendo modelos de celulares de grande qualidade, que não somente não deixam a desejar quando comparados às marcas líderes do mercado mundial, como muitas vezes, as superam. Assim, a importação desses aparelhos pode ser uma ótima oportunidade para quem deseja um preço mais acessível e qualidade na hora de se comunicar. Saiba a seguir como importar celulares da China e as vantagens e desvantagens dessa operação!

 

importar celulares da china
Para se decidir importar celulares da China é importante pesquisar muito!

 

Dicas para importar celulares da China

Para se importar celulares da China, alguns fatores importantes devem ser considerados:

  1. É importante já ter em mente as especificações que deseja para seu aparelho, já que a variedade de marcas e modelos disponíveis no mercado pode tornar um pouco confusa a escolha. O que você mais deseja: uma câmera de alta qualidade? Um processador mais rápido? Um design diferente?
  2. Após escolher os celulares que mais te agradam, observe as especificações técnicas de cada aparelho, dando preferência àqueles que são homologados pela Anatel. Isso evitará que você importe um celular que não funcione com a tecnologia oferecida no Brasil.
  3. É hora de refinar suas buscas em sites confiáveis para garantir preços justos, qualidade do equipamento, garantia de originalidade, maior segurança na entrega, no pagamento, além de políticas de reembolso e proteção ao consumidor que sejam realmente úteis. Alguns sites inclusive já apresentam o valor total a ser pago, incluindo taxas e impostos de importação.
  4. Por fim, realize a comparação com os preços oferecidos no Brasil, mas sem esquecer de considerar os valores adicionais dos celulares importados, caso eles não estejam especificados no preço total divulgado pelo fornecedor. Busque valores referentes ao frete, tributações e impostos de importação, como as taxas aduaneiras da Receita Federal e o ICMS, cujo valor é definido estadualmente. Há ainda que se atentar aos possíveis valores cobrados pelos Correios diante da retirada do produto.
    De acordo com a Receita Federal, a importação de bens pelos Correios, companhias aéreas ou empresas de courier ( incluindo compras pela internet) responde sob o Regime de Tributação Simplificada (RTS). O valor máximo permitido para a importação de produtos nesse regime é de US$3.000,00 e a tributação recaída aos produtos é de 60% o valor que consta na fatura comercial do importado, com o acréscimo do seguro e de transporte, quando esses não estão incluídos previamente no valor total divulgado.
    Quando os Correios forem utilizados no processo e os bens importados atingem até US$500,00, o imposto deve ser pago no momento de retirada da mercadoria. Caso esse valor seja ultrapassado, o destinatário em questão deverá levar a Declaração Simplificada de Importação (DSI).
  5. Assim, ao se considerar os preços finais, é possível, por fim, estudar o custo-benefício da importação. Os celulares chineses geralmente apresentam vantagens de tecnologia avançada e variedade com preços mais justos. Porém, antes de se decidir finalmente importar celulares da China, é importante tomar cuidado com alguns fatores.

 

importar celulares da china
Fornecedores confiáveis, homologação dos aparelhos, acessórios e manutenção são alguns dos cuidados para se importar celulares da China

 

Cuidados ao se importar celulares da China

            Para que a importação de celulares da China seja uma transação de sucesso, é necessário se atentar a alguns fatores antes de efetuar a compra. Para os aparelhos importados, é preciso, primeiramente, realizar uma intensa pesquisa acerca das empresas fornecedoras a fim de garantir celulares não somente com um preço atrativo, mas de qualidade. Procure pela informação de que eles são modelos originais e não imitações. Certifique-se também dos detalhes específicos desses eletrônicos, para saber se é compatível com a tecnologia utilizada no Brasil, como, por exemplo, a frequência. As frequências usadas podem mudar de acordo com o país, principalmente nos casos da banda 4G, a mais recente. Caso o modelo já seja homologado pela Anatel, entretanto, não há com o que se preocupar: ele já estará dentro dos padrões utilizados no país. No Brasil, as frequências usadas são:

  •  2G: GSM 850/900/1800/1900 MHz
  • 3G: WCDMA 850/2.100 MHz
  • 4G: LTE 2.500 até 2.690 MHz

             Também é importante certificar-se das possibilidades de assistência técnica no país, a fim de evitar a indisponibilidade de uso diante de um eventual problema com o aparelho e consequentemente, maiores gastos ou inutilização do mesmo. Além disso, para a importação e utilização no Brasil, é importante se atentar às regras estabelecidas para a situação de legalização dos aparelhos no país, como as normas específicas da Anatel, que garantem a homologação ou não desses celulares no território nacional.  Caso seja detectada irregularidade na comercialização de aparelhos não homologados no país, a Anatel pode estabelecer penalidades e multas às fornecedoras. As consequências sobre aqueles que adquirirem aparelhos não homologados ainda não estão firmemente especificadas, mas a agência prevê medidas futuras de bloqueio de celulares irregulares, além da possibilidade de deixar de ativar esses aparelhos ou suspender a prestação de serviços. Para evitar qualquer problema, portanto, é imprescindível confirmar o status de homologação dos aparelhos.

            Outro ponto para se considerar ao se importar celulares da China, mas que geralmente é ignorado pelos compradores é a questão da disponibilidade de acessórios. Procure saber onde os acessórios dos aparelhos podem ser encontrados, para que se evitem imprevistos futuros diante da necessidade de reparação ou substituição dos mesmos. Outro ponto é a garantia, que acaba dependendo de cada fornecedor. Alguns podem não oferecer garantia internacional, então atente-se a essas informações na hora da compra.

importar celulares da china
A Anatel é a agência responsável pela homologação dos aparelhos

Homologação da Anatel

           Para receber a homologação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), os aparelhos celulares passariam por uma série de testes especializados. Como exemplo, há aqueles responsáveis por medir os limites de exposição estabelecidos previamente pela legislação brasileira, estabelecendo os valores da Taxa  de Absorção Específica ( no inglês, SAR), que avalia quais as taxas de absorção de energias pelo corpo humano. Os celulares que não atenderem aos limites estabelecidos pela Anatel, portanto, não serão homologados pelo órgão, sendo classificados como representando um risco à saúde humana.  Além disso, os testes também estabeleceriam se os aparelhos atendem a condições de garantia,  de assistência técnica e de qualidade. Para saber se o aparelho que te interessa está de acordo com as especificações da Anatel, você pode realizar uma consulta através do site da agência: http://sistemas.anatel.gov.br/SGCH/consulta/produtoSARHomologado/tela.asp, a partir de informações como o nome do fabricante, o código do modelo ou o código de homologação.
Para as fabricantes que possuem interesse em conseguir a homologação da Anatel  para seus aparelhos, é necessário que procurem um dos organismos certificadores credenciados (OCDs), que emitirão os respectivos laudos sobre os celulares.

importar celulares da china
É possível encontrar as maiores marcas do mundo quando se procura importar celulares da China

 

Importar celulares da China: principais marcas

            Ao se importar celulares da China, um importante detalhe a ser considerado é dar preferência para marcas mais conhecidas, o que garantirá maior segurança na qualidade do produto, além de maior possibilidade de eventuais manutenções. Considerando os últimos lançamentos das duas empresas líderes mundiais no setor de smartphones, Samsung e Apple, respectivamente, há muito que se comparar sobre os preços dos mesmos modelos no Brasil e na China. Como muitos aparelhos dessas marcas são fabricados no país asiático, tendo em vista vantagens como a mão de obra barata, por exemplo, há uma grande diferença entre os valores pagos pelos mesmos aparelhos entre os dois países. Mas será que vale a pena importar? Dependendo do modelo escolhido, sim.

importar celulares da china
Samsung Galaxy S6 Edge: um modelo que pode ser importado da China

Samsung Galaxy S6 Edge

Esse modelo da Samsung, desbloqueado, com memória de 64GB, foi encontrado na internet sob o menor valor no Brasil por R$2429,00. Enquanto isso, o mesmo modelo no site Deal Extreme para importação da China, mostrava o preço de R$2181,88.

importar celulares da china
iPhone 6s: uma opção para se importar da China?

iPhone 6s

O modelo mais recente lançado pela Apple chegou ao Brasil em um preço bem elevado. Atualmente, o site oficial da empresa aponta o valor de R$3.999,00 no modelo de 16 GB de memória, desbloqueado, por exemplo. Ainda foi possível encontrar em sites brasileiros o valor mínimo de R$3.387,00. Já considerando a importação da China no site AliExpress, o mesmo aparelho original, com os fretes somados, aponta o valor total de R$3.087,00.

importar celulares da china
Marcas chinesas podem ser ótimas opções para quem quer importar celulares da China

Importar celulares da China: marcas chinesas

            Escolher uma marca chinesa para se importar celulares da China é também uma ótima opção. Para elas, vale a mesma regra: dê preferências às empresas mais conhecidas no mercado do país. Em fevereiro de 2016, durante a Mobile World Congress, feira de tecnologia realizada em Barcelona, a AnTuTu, empresa que possui um aplicativo que avalia o desempenho de smartphones, classificou os 10 melhores aparelhos atuais do mundo. No ranking, foram vistos três modelos de celulares chineses, o que chama a atenção para a qualidade dos produtos oferecidos no país, além do crescente desenvolvimento dessas marcas, que podem ser alvos interessantes para quem deseja importar celulares da China. As três marcas chinesas apontadas foram: a Xiaomi,  com seu Xiaomi 5 (1º lugar! ); a Huawei, com o Huawei Mate 8 ( 4º lugar); e a Meizu, com o Meizu Pro 5 (5º lugar).
As grandes marcas chinesas têm voltado a atenção ao Brasil nos últimos anos, inaugurando unidades no país, o que contribui para o maior contato da população acerca dos celulares chineses. Entretanto, percebe-se uma diferença quando se compara a velocidade entre os lançamentos de aparelhos na China e no Brasil. Os melhores modelos elencados, por exemplo, ainda não são comercializados no país e os brasileiros interessados ainda precisam recorrer a importações.

 

importar celulares da china
Mi5: a novidade da Xiaomi, a “Apple da China”

Xiaomi: a “Apple da China”

            A Xiaomi é a sétima maior venda de smartphones no mundo, estando atrás apenas da Samsung, Apple, Microsoft, LG, Lenovo e Huawei, de acordo com um relatório divulgado em maio do ano passado. Considerada como a “Apple da China”, a Xiaomi não para de crescer na Ásia e passou a atingir mercados de outras partes do globo também.
O crescente sucesso da marca levou a Xiaomi a anunciar sua chegada ao mercado brasileiro em 2015, através da comercialização do modelo Redmi 2 por volta de R$ 499. O primeiro lote vendido foi diretamente importado da China, mas as levas seguintes estão sendo produzidas em Jundiái (SP), na planta da Foxconn, a primeira a ser estabelecida fora da China. Os aparelhos no Brasil são comercializados através do site da empresa: http://br.mi.com/.
Para se ter uma ideia da qualidade dos aparelhos da empresa, o modelo Xiaomi Mi 5 (anunciado no início de 2016 e que foi avaliado recentemente como o de melhor desempenho entre os melhores smartphones do mundo), em testes comparando-o com os mais recentes aparelhos da Apple, o iPhone 6s e o iPhone 6s plus, chegou a mostrar melhor qualidade na reprodução de vídeos que a marca americana, por exemplo. O Mi 5, entretanto, somente foi anunciado na China e na Índia, ainda não havendo previsão para lançamento no Brasil e outros países do globo. Para importá-lo ao país, entretanto, pode-se realizar compra online por R$1467,00 (site Bang Good).

importar celulares da china

Huawei Mate S, aparelho da Huawei, a gigante em crescimento da China

 

Huawei: gigante em crescimento

A Huawei é considerada como o terceiro maior volume de fornecimento de smartphones (atrás somente da Samsung e Apple) no mundo e anunciou em 2016 que pretende manter seu crescimento acelerado. Somente em 2015, obteve um salto de 33% de vendas quando comparada ao ano anterior.Conhecida sob a imagem de fornecer celulares mais populares, a empresa agora deseja impulsionar o mercado de aparelhos de luxo, sob uma forte estratégia de alianças com operadoras de telefonia móvel chinesas e estrangeiras. No Brasil, por exemplo, anunciou parceria com a Oi. É uma marca a ser alvo de atenção para quem deseja importar celulares da China.

importar celulares da china
Meizu Pro5: o Android mais rápido do mundo

 

Meizu: processamento rápido

            A empresa Meizu inaugurou a venda de produtos ao Brasil através da distribuidora Vi somente em junho de 2015, e diferentemente das outras duas principais concorrentes chinesas, não instalou ainda uma base física no país. Os celulares da Meizu disponíveis no Brasil pelo site da Vi, entretanto, costumam ser vendidos apenas compondo um “combo”, um kit de gadgets com dispositivos que criam uma central multimídia portátil. O diferencial da marca estaria no super processamento de seus smartphones: o recente modelo Meizu Pro 5, por exemplo, é considerado como tendo o sistema Android atual mais rápido do mundo. Como a presença no Brasil ainda é recente, juntamente com a venda apenas do “kit multimídia”, os aparelhos da Meizu geralmente são alvos interessantes para quem deseja importar celulares da China.

importar celulares da china
Para importar celulares da China, sites conhecidos podem apresentar boas ofertas

Sites para importar celulares da China

Para se importar celulares da China, a utilização de sites especializados é muito importante. Abaixo, alguns dos principais endereços para se pesquisar e realizar suas compras:

  • AliExpress: um dos principais sites para se comprar produtos chineses e, portanto, para importar celulares e provavelmente o mais conhecido. Muitos itens têm frete grátis e apresenta opções de aparelhos novos e usados.
  • Deal Extreme: frete grátis e opção de descontos na compra de mais de 3 unidades.
  • Bang Good  : ampla variedade de smartphones e acessórios, apresenta descontos para quem compra mais de 3 unidades.

 

Há ainda alguns sites de busca que reúnem informações de vários outros sites,  comparando e apontando onde determinado produto se encontra com melhor preço no gigante asiático, e que podem ser muito úteis para importar celulares da China. Os principais são:

Assim, para se decidir importar celulares da China, o segredo é: pesquisar! Você pode realizar um ótimo negócio!

 

Por Camila Sakamoto, diretamente de São Paulo, SP, Brasil

Fontes: Anatel, Receita Federal,Exame, Folha de São Paulo, IDEC, Gartner

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site

 


Veja Também


Deixe seu comentário