Comemora-se o Natal na China? – China Link Trading

 

Comemora-se o Natal na China? Esta pergunta cada dia mais tende a ter um “sim” como resposta. É verdade, costumes e tradições ocidentais, como é o caso da comemoração do Natal, estão sendo incorporados ao dia a dia chinês. Mesmo que a maneira, intensidade e os motivos de se comemorar essa data sejam bastante diversos dos ocidentais, é possível perceber que as tradições natalinas estão sim presentes na China.

 

natal

Não é novidade a tendência de estreitamento dos laços entre pessoas e países, o que faz com que as culturas de diferentes partes do globo tenham mais influência umas sobre outras. Nesse sentido, a tão falada globalização traz consigo variáveis que explicam como o Natal vem sendo agregado à cultura chinesa. O que se pode perceber é que, na maioria dos casos, a comemoração dessa data não tem um fundo necessariamente religioso/cristão. A comemoração do Natal na China relaciona-se bem mais ao sentido de seguir a “onda” mundial, e a um desejo de se aproximar dos costumes ocidentais. Mais que isso, é importante se destacar o lado comercial e econômico dessa comemoração, uma vez que essa festividade é utilizada como um artifício para se movimentar a economia no país e ampliar as vendas como um todo.

 

Esse fundo comercial do Natal pode ser percebido em promoções que certas empresas realizam nesse período, utilizando as festividades para alavancarem suas vendas. Um exemplo disso foi a recente promoção do site chinês de compras online Taobao, que no dia 12/12 deste ano ofereceu descontos nos seus produtos, tendo como motivo a festividade natalina. Mas este é apenas um pequeno exemplo, dentre os tantos que poderiam ser citados.

 

Estou há alguns meses na China, e nesse período que estou aqui pude perceber de perto as agitações nas ruas, lojas e shopping centers nesta parte do ano em razão da proximidade do Natal. As luzes e as decorações natalinas são detalhes bem presentes em cidades maiores como Shenzhen, onde moro. Grande parte dessa comemoração é influência dos estrangeiros que vivem no país, que ao trazerem esses costumes de celebrarem a data e trocarem presentes entre si, estimulam os chineses a também fazerem o mesmo. Como um exemplo mais próximo dessa influência estrangeira, no escritório da China Link em Shenzhen, essa data é levada bem a sério. Todos os funcionários se empenharam e colaboraram na decoração da empresa e ainda realizaremos um “amigo secreto”, em que os chineses e nós brasileiros trocaremos nossas lembrancinhas e comemoraremos juntos essa data.

 

Natal China

 

Levando a discussão para outro âmbito, é interessante pensar para além da existência do Natal na China, e, invertendo a lógica da questão, podemos nos questionar: “Tem China no Natal?”. Com a importância que esse  país vem ganhando internacionalmente, seus produtos estão cada vez mais presentes nas mais diferentes e longínquas partes do mundo, e no setor de produtos natalinos isso não é diferente. A China, que ganhou o título de “oficina do mundo”, por ser responsável pela oferta de grande parcela da demanda mundial de produtos dos mais diversos setores, adaptou-se de tal forma à lógica econômica, que incorporou em sua linha de produção até mesmo produtos que refletem hábitos e culturas importadas de outros países. Para que você tenha uma noção da força da presença chinesa no mundo, pegue no  Brasil um enfeite de Natal – seja um Papai Noel de pelúcia, uma árvore ou luz de Natal, ou mesmo imagens religiosas cristãs – e grandes serão as chances de que você encontre um “Made in China” estampado nele. Faça um teste!

 

A mesma China que está incorporando costumes ocidentais, adaptou-se de tal forma ao mercado, que se transformou em uma grande fonte fornecedora de itens natalinos e religiosos para todo o mundo. Quando participei em Outubro da Feira de Cantão – realizada na cidade de Guangzhou e considerada a maior feira multissetorial do mundo – percebi nitidamente a relevância que os produtos natalinos têm para a atividade exportadora chinesa. Inúmeros eram os fornecedores especializados nesse tipo de produto, e grande era a quantidade de brasileiros que visitavam seus stands.  Isso serve para mostrar que a China está presente no Natal de várias partes do mundo, através de seus produtos. 

 

Assim, o Natal existe na China. Ainda que o plano de fundo principal dessa comemoração não seja o religioso, não se pode negar a influência que essa data tem para o cotidiano e para a economia do país. E mais do que pensar na maneira como o Natal é comemorado pelos chineses, devemos pensar na importância que a China tem para a comemoração do Natal em todo o mundo. E não seria ironia pensar que a roupa do Papai Noel é da mesma cor da bandeira da China?

 

Acompanhe nosso Blog de Importação e tire dúvidas conosco através do e-mail de contato: contato@chinalinktrading.com.

 

Nota do autor: Caso a leitura do artigo traga-lhe alguma dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário abaixo. Estamos sempre disponíveis para atendê-los!

 

LucioSite_83247

 Por Lucio Lage – Direto de Shenzhen, China.

  www.chinalinktrading.com

  Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

 

  Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a  procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.


Veja Também


Deixe seu comentário