China e sua aliança no BRICS

China e sua aliança no BRICS

Brasil, Rússia, China e África do Sul são os quatro países representados pelo acrônimo BRICS. A aliança cooperativa não corresponde aos moldes das alianças tradicionais econômicas, muito menos das militares. Entretanto, juntos se mostram cada vez mais imbatíveis no cenário internacional, provando que o lado Sul da geopolítica mundial decidiu somar forçar para mudar o status quo.

A infraestrutura e o aparato produtivo do bloco se expande cada vez mais. Prova disso é que em 15 de julho de 2014, durante a Sexta Cúpula, em Fortaleza, os presidentes cinco países assinaram um acordo, oficializando a criação do Novo Banco de Desenvolvimento, NBD (em inglês New Development Bank, NDB), cujo principal objetivo é o financiamento de aprimoração de infraestrutura e para desenvolvimentoem países pobres e emergentes.

A China já responde por cerca de 12% do comércio no restante dos países do BRICS, valor seis vezes maior do que no início de 2000 e que continua a crescer rapidamente, disse Anderson. Por outro lado, África do Sul, Brasil, Índia e Rússia empenham apenas cerca de 3% de seus recursos ao comércio entre si e essa parcela pouco mudou durante a década passada.

Com forte controle sobre seus rumos, para que o interesse nacional, principalmente condizente ao crescimento econômico, seja defendido, o dragão chinês baseia sua estratégia na busca pelo desenvolvimento comum e a segurança mundial, ao invés de pender a um comportamento egoísta – tradicional no sistema internacional-, no sentido de buscar apenas o próprio desenvolvimento. Esta estratégia de inserção internacional é refletida nas ações chinesas no bloco dos BRICS, uma vez que, ainda que sendo cada vez mais uma liderança perante aos outros membros, exerce posição construtiva e previsível.

 

11425216_954370044613448_5337235508694136959_nPor Victória Salomão – Direto de Pelotas – RS, Brasil.

www.chinalinktrading.com

 Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a  procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte

 

 


Veja Também


Deixe seu comentário