O Avanço da China no Setor Energético – China Link Trading

Investimento da China no Setor Energético

A China se preocupa com o Setor Energético do país? 

Desde que Deng Xiaoping abriu a economia chinesa, a melhora da qualidade de vida da população é a maior prioridade do governo. Com rápido desenvolvimento, o crescimento do país tem sido um tema frequente em debates, e o setor energético em conjunto com o consumo é um assunto crucial.

Correspondendo cerca de 13% da eletricidade consumida no país, e totalizando um equivalente a 6% de sua energia total, as usinas hidrelétricas são as maiores fontes de energia renovável do país.

Como a segunda maior fonte renovável de energia segundo especialistas, as turbinas de vento poderiam produzir toda a eletricidade adicional que o país precisará entre hoje e 2030. Para exemplificar, a capacidade instalada em 2008 chegou a 12,2 gigawatts, dobrando a cada quatro anos. Isso significa que hoje, essa capacidade estaria em torno de cerca de 48,8 gigawatts ( incontestável quando comparada com a atual meta do país: atingir 100 gigawatts até 2020).

Apesar dos números mostrarem grandes perspectivas e recordes no consumo, infelizmente esse ritmo está longe de ser acompanhado pelo exigível aumento no padrão de eficiência energética ou diminuição da pegada de Carbono. Assim como as usinas, desde 2008 a China é o maior poluidor e emissor de CO2 do globo, e a  ascensão a um status cada vez menos contestável de potência mundial não tem sido acompanhada  por um aumento da responsabilidade ambiental ou ecológica.

A situação é muito preocupante, já que o ritmo do país não para de crescer, e seus avanços no setor energético crescem ano após ano.

Diante de tal conjuntura, para que seu desenvolvimento não seja afetado e a China continue se expandindo economicamente, é imprescindível que atenda as demandas por energia. Porém, a convivência com um paradoxo assola o país: por um lado, lidar com a grande demanda energética; por outro, reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

Com tal dificuldade, a China precisará contar com tecnologias e produtos cada vez mais eficientes energeticamente, além de reduzir o desperdício e acabar com os subsídios para combustíveis fósseis.

Acompanhe nosso Blog de Importação e tire dúvidas conosco através do e-mail de contato: contato@chinalinktrading.com.

Nota do autor: Caso a leitura do artigo traga-lhe alguma dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário abaixo. Estamos sempre disponíveis para atendê-los!

 

10410340_800721353317818_7151259013914711787_nPor Wlly Rebeca Suzart Camara – Direto de São Paulo – SP, Brasil.

www.chinalinktrading.com

Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

 

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a  procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.


Veja Também


Deixe seu comentário