A China frente à governança global – China Link Blog de Importação

O processo da globalização recebe várias definições teóricas que tentam explicar sua origem, fases e relação vantagem/desvantagem para a sociedade. No entanto, não há dúvida de que a globalização é um processo inevitável e que atinge a comunidade global em seus diversos setores – político, econômico, cultural, social etc.

Frente a esse processo as relações bi e multilaterais tem resultado significativo nas mudanças de governabilidade. Trata-se da governança global, em que é possível perceber uma interação cada vez mais estreita entre diversos países para a consolidação de um apoio mutuo no que tange a varias áreas: políticas, sociais, econômicas, culturais e etc.

Nesse contexto a China possui um papel importante, visto que o país está adquirindo cada vez mais influência em discussões cuja resolução é de caráter global. O peso institucional, econômico e até mesmo ideológico que a China exerce em discussões e decisões de caráter internacional já não pode ser mais ignorado pela comunidade global.

Não é difícil de entendermos o significativo do papel que o gigante asiático está exercendo em um mundo cada vez mais caracterizado pela governança global. Basta nos atentarmos às noticias reproduzidas pela mídia nacional e internacional referente à China.

Recentemente foi divulgado um estudo realizado pela Comissão do Clima em que a China está rapidamente assumindo um papel de liderança global frente às mudanças climáticas. Sendo um dos países que mais contribuem para o efeito estufa do mundo em virtude de seu espantoso desenvolvimento, a China, nos últimos nove meses, têm se mostrado eficiente na questão ambiental e adquiriu um papel de liderança na tomada de decisões que visam amenizar o efeito estufa. Segundo o estudo, a China, só em 2012 investiu aproximadamente 65 bilhões de dólares em energia limpa e, além disso, busca, em conjunto com os Estados Unidos, desenvolver tecnologia de energias renováveis para fazer frente ao aquecimento global.

Entretanto, o peso do gigante asiático na governança global não é somente representado pela questão socioambiental. A influência da China em questões políticas e econômicas também pode ser percebida através dos noticiários. A título de exemplificação, temos a notícia publicada recentemente por vários jornais sobre a posição do embaixador brasileiro Roberto Azevêdo, novo diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), de assegurar à China um cargo de alto escalão dentro da organização, o que resulta na expansão de sua influencia dentro da OMC.

As duas notícias supracitadas apenas traçam, de forma básica, o peso que os diversos setores da China têm na tomada de decisões de caráter global e o seu papel ativo no processo de governança global. Importante salientar que a influencia chinesa se estender a outras questões, como diplomacia, segurança internacional entre outras.

A China se mostra cada vez mais presente nessas discussões e por isso, não podemos limitar o país apenas ao seu papel de ‘‘grande potencia econômica’’, isso seria, no mínimo, um grande equívoco.

Mario-Cesar-China-LinkPor Mário Frassom – Direto de Marília, Brasil
www.chinalinktrading.com
Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

 

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.


Veja Também


Deixe seu comentário